Direção HidráulicaA direção hidráulica é também conhecida como direção assistida. Seu principal objetivo é reduzir o esforço do motorista ao fazer manobras com o volante.

Durante muito tempo a direção hidráulica foi considerada um produto de luxo para os brasileiros, acostumados aos carros duros e populares que eram vendidos no mercado nacional. Hoje ela é um artigo essencial em todos os carros, desde os mais leves aos mais pesados.

Como funciona

O seu sistema contém uma bomba hidráulica, reservatório de óleo, tubulações de alta e baixa pressão, além do mecanismo de direção. E para que sua direção hidráulica funcione bem é preciso que todo o conjunto de peças esteja funcionando corretamente e em bom estado.

Se o seu carro tem direção hidráulica, na hora de fazer uma manobra, você simplesmente comanda todo o conjunto de peças, sem nenhum esforço e conta com uma força externa produzido pelo próprio mecanismo. Ou seja, o maior trabalho não é feito pelo motorista, e sim, pela própria hidráulica. Ela ocorre com a ajuda do fluido, que de um lado e outro da cremalheira, fica em alta pressão.

Quando o motor é ligado, a bomba hidráulica recebe o comanda para ser ativada, utiliza o fluido do reservatório e manda toda a pressão produzida para o mecanismo de direção. E quando suas peças não estão funcionando bem, ou tem problemas na manutenção, o mecanismo envia a ordem para a direção comum.


Direção Comum x Direção Hidráulica

A direção comum é quando o motorista vira o volante e a cremalheira é exclusivamente movida pela força do volante, isto é, que o motorista faz sobre ele. Desta forma, ela é dura e muito pesada, principalmente para mulheres e pessoas com pouca força.

Já a direção hidráulica conta com todo um sistema engendrado funcionando. Veja o seu processo:

  1. O motorista vira o volante
  2. O volante gira a barra de torção automaticamente
  3. Ela, por sua vez, contem o pinhão – uma espécie de engrenagem- que gira sozinho sobre a cremalheira.
  4. O pinhão consegue mover a barra dentada, a cremalheira, para o lado oposto que o volante foi girado.
  5. A cremalheira liga algumas peças, que se parecem com pequenos braços interligados a ela, e desloca as rodas girando em direção a força recebida no volante.

Em casos de veículos maiores, como os ônibus e caminhões, o sistema contém mais peças para suportar o peso e a força necessárias para fazer as rodas girarem na direção que o motorista deseja em questões de segundo.

Todo o sistema da direção hidráulica funciona pela pressão do óleo que é entra em cena quando o motorista mexe no volante. No volante tem uma válvula que abre e fecha quando há uma pressão de força sendo exercida no volante. È ela que permite que o óleo que sai quando a válvula se abre exerça uma pressão sobre o pistão e por conseqüência, acione a barra de direção.

A direção hidráulica, no entanto, gasta mais combustível, porque sua bomba funciona o tempo todo, jogando fluido sem parar para que quando necessário, ela esteja já pronta para funcionar, e como conseqüência, ela desperdiça potência. Mas o consumo excessivo, por causa da potência exigida, não faz uma grande diferença, se considerar o conforto que a direção hidráulica propõe aos motoristas.

Direção Hidráulica Progressiva

A direção hidráulica progressiva é um mecanismo um pouco diferente, que torna o volante mais rígido de acordo com a velocidade. Sua direção, que é eletrônica, lê a velocidade necessária e liga a válvula para comandar o fluxo de óleo no sistema, e é justamente o fluxo que faz a direção ficar mais leve ou pesada.

Em comparação, é preciso entender que nos carros com direção hidráulica tradicional, a direção fica mais maleável a medida que o carro corre. Ou seja, quanto mais você correr, melhor fica a direção. Assim, a bomba permite uma maior quantidade de fluido de acordo com as rotações do motor, o que facilita na direção. Já o sistema eletrônico, a direção hidráulica progressiva, a centralina é que recebe as informações necessárias da velocidade.

Essas informações são repassadas por um sistema de sensores e quando chegam na válvula, elas determinam a sua abertura ou fechamento e assim controlam a quantidade de fluido que irá passar. Ele é recomendado porque mantém a direção de uma única forma, sem fazer diferença a velocidade que você está com o carro, e por assim ser, ela é mais segura e estável.

Direção Hidráulica Progressiva - Ilustração

Cuidados básicos com a Direção Hidráulica

  • Verifique o nível do fluido sempre que possível. E quando for necessário completar o fluído, só faça isso com um que seja compatível com todas as diretrizes do manual do proprietário. Caso contrário, você pode detonar sua direção hidráulica.
  • Se a quantidade de fluido está muito baixa leve o seu carro para uma vistoria. E se ao completar, o fluido volta a abaixar, é preciso fazer uma análise cuidadosa do sistema de direção hidráulica e encontrar os possíveis problemas. Possivelmente o problema será um vazamento e somente especialistas no assunto poderão ajudá-lo de forma eficaz.
  • Faça revisão das peças de tempos em tempos. O bom funcionamento do seu sistema depende do bom condicionamento de todas as peças. A cada 50 mil km é necessário fazer um chek up geral, é claro que este e o prazo máximo e nada impede que você faça a revisão antes.
  • E se por algum motivo não haja óleo no sistema, não se desespere! A direção funciona da mesma forma, mas não hidraulicamente, mas de forma mecânica. Você notará que para girar o volante precisará exercer uma força muito maior.


Principais problemas com a Direção Hidráulica

Um profissional especializado no sistema de direção hidráulica deverá analisar o seu carro em caso de algum problema notado. Assim, ele poderá identificar as falhas e detectar a raiz do problema. Quando consultar o especialista, descreva atenciosamente todos os problemas que percebeu e dê o máximo de detalhes.

Muito provavelmente o especialista fará perguntas do tipo: Para qual dos dois lados a direção está mais pesada? Ela para de funcionar repentinamente ou aos poucos? Por isso, esteja pronto para responder as perguntas e se necessário faça uma observação do seu veículo em funcionamento antes de procurar a ajuda profissional.

Alguns problemas mais comuns:

Problemas mais comuns com a Direção Hidráulica
Problema Solução
Componentes estão muito frouxos ou rígidos Verifique os componentes da suspensão e aperte os parafusos. Não se esqueça de dar uma olhada nas borrachas também
Correia está frouxa e as vezes com mal contato Faça uma análise da correia, esticando ela e exercendo uma tensão necessária
Correia ressecada, com cortes ou com óleo Se estiver danificada, troque a correia imediatamente
Mangueiras fora de ordem Verifique as mangueiras e linha hidráulica e limpe os componentes. Se houver peças com problemas, troque todas. E em caso de peças não originais, é preciso colocar peças compatíveis com o sistema hidráulico.
Pressão diferente nos Pneus Uma calibragem pode ser necessária e solucionar o problema
Pneus desgastados Troque os pneus que estejam desgastados ou danificados
Reservatório com baixo nível Complete o reservatório com o fluído hidráulico, mas leia as observações do manual do proprietário para conhecer os fluídos compatíveis e não estragar a sua direção hidráulica
Rodas desalinhadas Alinhe as rodas do carro

Como desmontar o sistema hidráulico

Para desmontar o seu sistema de direção hidráulica é altamente recomendável procurar um profissional especializado e utilizar somente ferramentas compatíveis e adequadas ao sistema. Além disso, é preciso seguir a risca as diretrizes dadas pelo fabricante.

Saiba tudo sobre o vazamento

A maior parte dos defeitos na direção hidráulica é o vazamento do óleo. Isto pode ocorrer devido ao desgaste normal das peças ou devido algum problema causado. O fato é que independente das causas, o vazamento não pode ser reparado e todas as peças devem ser substituídas o quanto antes.

Em geral, os vazamentos são causados pela danificação da cremalheira. Ela pode estar oxidada ou riscada. E muitas vezes, os vazamentos são provenientes da vedação com defeitos, por impurezas ou naturalmente.

Veja quais são os pontos de vazamento:

  • Vedador superior do pinhão com a válvula;
  • Vedador inferior do pinhão com a válvula;
  • Vedador da própria cremalheira;
  • Vedador da tampa da cremalheira;
  • Barra de torção do pinhão com a válvula;
  • Conexão da tubulação rígida;
  • Conexão da tubulação no pinhão com a válvula;
  • Conexão da tubulação das mangueiras de pressão.

Para checar os vazamentos, utilize a bancada de testes e análise a pressão e a vazão das peças do sistema.

Tabela de defeitos

Abaixo selecionamos uma lista com os principais defeitos apresentados pela direção hidráulica. Observe os sintomas, as causas e as possíveis soluções para resolver o seu problema.

Tabela de defeitos da Direção Hidráulica
Sintoma Causa Solução
Chiado constante Correia que está fora de tensão Estique a correia; Em caso de danificação a troque
Ruído na bomba Ar no sistema Verifique o sistema
Ruído na bomba Fluído abaixo do normal Complete o fluido
Volante com dificuldade para retornar Pressão muito baixa dos pneus ou problemas no mecanismo Calibragem, manutenção ou troca dos parafusos. Pode se ainda lubrificar e alinhar e observar se o problema foi solucionado
Trepidação Pneus muito gastos Troque os pneus
Trepidação Montagem não correta das rodas e pneus Monte corretamente os pneus
Vazamento do fluído na região do pinhão e da válvula Vedação Troque todo o conjunto da vedação. Ela deve estar já desgasta naturalmente
Volante duro para virar Ar no sistema ou vazamento Trocar peças
Volante duro para virar para um dos lados Pressão dos pneus Calibragem ou regular pressão da bomba

Vale a pena colocar Direção Hidráulica

Muitos motoristas ficam em dúvida na hora de comprar um carro completo ou colocar a direção hidráulica fora da fábrica. O fato é que especialistas recomendam já comprar o carro completo, pois sem a originalidade das peças, você perde a potência e a garantia do veículo. E se a fábrica não oferece carros equipados com tais peças, não adianta nem sonhar, pois o carro não suportará as mudanças.

Em mercados paralelos, como o Paraguai e o Mercado Livre é possível comprar as peças necessárias por preços abaixo da diferença cobrada na fábrica pelo carro Zero. Mas a garantia do bom funcionamento do veículo é perdida e nem sempre vale a pena pagar alguns reais mais barato.

É sempre perigoso e muito arriscado mexer na parte elétrica do carro. Instalar a direção hidráulica pode não ser um bom negócio. O melhor é comprar já um carro completo, pagar um pouco mais pelo sistema hidráulico e ar condicionado, se desejar.

A direção hidráulica é recomendável para todos quando existente no modelo desejado, mas principalmente para mulheres que não querem fazer grandes esforços para estacionar em uma vaga apertada. Embora encareça o preço original do veículo, o sistema hidráulico vale a pena se comparar o custo x benefício.