Fiat Tempra a venda

Fiat Tempra 2.0 8V
  • 1994/1995 •
  • 5.000 km
  • • Cinza
R$ 5.500
Fabiano
Gramado (RS)
Fiat Tempra SW SLX 2.0 IE
  • 1996/1997 •
  • 200.000 km
  • • Verde
R$ 16.000
Silvio
São Paulo (SP)
Fiat Tempra SX 2.0 8V IE
  • 1997/1998 •
  • 240.000 km
  • • Cinza
R$ 7.000
Chico
Porto Alegre (RS)
Fiat Tempra Stile 2.0 IE Turbo
  • 1995/1995 •
  • 115.000 km
  • • Vermelho
R$ 5.000
Paulo
Londrina (PR)
Fiat Tempra SX 16V 2.0 MPi
  • 1997/1997 •
  • 120 km
  • • Vermelho
R$ 5.600
Nelson
Blumenau (SC)
Fiat Tempra SX 2.0 8V IE
  • 1997/1997 •
  • 175.000 km
  • • Vinho
R$ 4.600
Rodrigo
Belo Horizonte (MG)
Fiat Tempra 8V 2.0 IE
  • 1996/1996 •
  • 181.070 km
  • • Azul
R$ 3.800
Fideles
Inhaúma (MG)
Fiat Tempra 2.0 8V
  • 1992/1992 •
  • 116.000 km
  • • Cinza
R$ 6.400
Ulisses
São Paulo (SP)
Fiat Tempra 8V 2.0 IE
  • 1995/1995 •
  • 2.147.483.647 km
  • • Vermelho
R$ 3.000
Valdir
São Paulo (SP)
Fiat Tempra SW SLX 2.0 IE
  • 1995/1995 •
  • 444.444 km
  • • Cinza
R$ 6.000
Jonathan
Brasília (DF)

Fiat Tempra novo ou usado

O Tempra foi um carro produzido e comercializado pela Fiat e que acabou marcando uma geração. Mesmo anos depois de ter tido o seu fim decretado ainda conta com uma verdadeira legião de fãs e clubes que se reúnem constantemente para trocar informações sobre este grande sucesso de vendas da década de 90.

Os primeiros países que receberam versões do Tempra estavam na Europa. O carro teve as suas primeiras unidades lançadas no ano de 1990, sendo que a sua principal missão era ser o substituto natural do modelo conhecido como Fiat Regata. O modelo era um sedan médio, com um design bastante retilíneo e com traseira curta e elevada.

No Brasil

Os primeiros modelos do Tempra começaram a ser vendidos no mercado brasileiro a partir dos anos 90, mais precisamente no ano de 1991. O carro era fabricado no Brasil, e praticamente todas as suas peças eram nacionalidades. Mas o modelo que foi lançado por aqui trazia algumas diferenças quando comparado com o carro europeu.

Dentre as principais estavam algumas escolhas técnicas, como os retrovisores maiores de aspecto mais esportivo com duas hastes de fixação com vão livre entre elas, além de não serem retráteis (os do europeu se assemelham aos do Uno), a falta de piscas laterais, falta do limpador do vidro traseiro (que são obrigatórios na Europa por causa dos dias de nevascas), dentre outros.

O modelo acabou sendo lançado por aqui também com alguns ajustes que foram feitos na parte mecânica do carro, como uma suspensão retrabalhada para se adaptar as estradas brasileiras.

Versões de sucesso

Ao longo da sua história, o Tempra teve uma série de versões que fizeram sucesso, sendo que um dos mais vendidos foi o Tempra 16V. Este foi o primeiro modelo brasileiro a ter um motor multiválvulas, sendo 2.0 16V. O motor tinha injeção sequencial multiponto e oferecia para o motorista até 127 cv. A velocidade máxima do carro era de 202 km/h.

Posteriormente a Fiat também lançaria uma outra versão do Tempra, denominada Turbo, que foi o primeiro carro três volumes a receber um turbocompressor. De uma forma geral o carro conseguia entregar um total de 165 cv e 220 km/h de velocidade máxima declarada.

Fim da linha

No ano de 1998 a Fiat decretou o final da produção e das vendas do Tempra no Brasil. O carro fez tanto sucesso que no ano do anuncio do seu fim houve um aumento de 15% nas vendas.

Ordenar resultados

Acesse sua conta

Vá mais rápido usando sua rede social favorita:

    Usar o Google+


Ou acesse com seu e-mail:


Não tem cadastro? Crie uma Conta gratuitamente


Lojistas e Concessionários, acesse Central do Revendedor