Fiat Uno Vivace 1.0 (Flex) 2p
  • 2011/2011 •
  • 108.000 km
  • • Vermelho
R$ 16.000
Fabio
Monte Mor (SP)
Fiat Uno Vivace 1.0 (Flex) 2p
  • 2013/2014 •
  • 63.000 km
  • • Branco
R$ 20.000
Thiago
Campina Grande do Sul (PR)
Fiat Uno Vivace 1.0 (Flex) 2p
  • 2014/2014 •
  • 33.000 km
  • • Branco
R$ 20.000
Matheus
Toledo (PR)
Fiat Uno Vivace 1.0 (Flex) 2p
  • 2012/2012 •
  • 58.000 km
  • • Branco
R$ 18.000
Neuza
Cuiabá (MT)
Fiat Uno Vivace 1.0 (Flex) 2p
  • 2012/2013 •
  • 53.000 km
  • • Prata
R$ 15.500
Udson
Rio de Janeiro (RJ)
Fiat Uno Vivace 1.0 (Flex) 2p
  • 2012/2013 •
  • 64.000 km
  • • Prata
R$ 16.800
Gerson
Guarulhos (SP)
Fiat Uno Vivace 1.0 (Flex) 2p
  • 2011/2012 •
  • 158.000 km
  • • Vermelho
R$ 18.100
Mauricio
São Paulo (SP)
Fiat Uno Vivace 1.0 (Flex) 2p
  • 2011/2012 •
  • 130.000 km
  • • Azul
R$ 15.900
Caio
Campinas (SP)
Fiat Uno Vivace 1.0 (Flex) 2p
  • 2011/2012 •
  • 54.000 km
  • • Azul
R$ 19.600
Agenor
São Paulo (SP)
Fiat Uno Vivace 1.0 (Flex) 2p
  • 2014/2014 •
  • 52.000 km
  • • Branco
R$ 20.100
Artur
Brasília (DF)
Fiat Uno Vivace 1.0 (Flex) 2p
  • 2014/2015 •
  • 29.132 km
  • • Branco
R$ 22.500
Julio
São Paulo (SP)

Fiat Uno novo ou usado

O Fiat Uno é um dos grandes campões de vendas do Brasil, se tornando o que pode ser considerado como um dos percursores do conceito de “carro popular” no Brasil. O modelo acabou entrando para a história por ser o primeiro carro de muitos jovens que adquiriram o seu veículo nos anos 90/00, assim como aconteceu com anteriormente com o Opala, com a Brasília e com o Fusca.

Diversos fatores chamavam a atenção dos consumidores brasileiros quando o Uno começou a ser vendido, mas um dos principais sempre foi o preço. O modelo era um dos mais baratos do mercado, quando não conseguia a façanha de ser o mais barato entre todos. A grande economia de combustível que o sistema mecânico do Uno permitia também era algo que pesava bastante na balança.

Histórico

Apesar de ter sido um modelo adotado pelos brasileiros, o Uno tem um grande histórico antes de desembarcar em terras nacionais. O modelo começou a ser desenvolvido nos anos 70 em dois estudos diferentes e simultâneos: o 143 desenhado pela equipe de Pier Giorgio Tronville, do Centro Stile Fiat e o 144 pela Italdesign de Giorgio Giugiaro.

O principal objetivo do desenvolvimento do Uno pela Fiat era fazer frente com a grande invasão de carros populares vindos do Japão tanto no mercado norte-americano quanto também na Europa. Dentre os diferenciais do projeto estavam um conceito simples e moderno, com motor transversal, tração dianteira e suspensão McPherson com mola helicoidal.

No Brasil

O modelo começou a ser vendido no Brasil no ano de 1984, apenas dois anos depois do lançamento do carro, que aconteceu primeiramente na Itália. A chegada do modelo aqui fez com que a Fiat alterasse o modelo, especialmente no esquema de suspensão. O motivo eram as péssimas condições da maioria das estradas nas cidades brasileiras.

O primeiro modelo lançado foi o Fiat Uno S, que contava com um motor Fiasa 1.050 cm³ do Fiat 147 (52CV), que trazia como novidade a grande economia de combustível quando comparado com modelos da mesma faixa de preço.

Mas o grande sucesso veio no ano de 1990, com o lançamento do Uno Mille. A ideia era justamente criar um modelo que conseguisse ser prático, econômico e barato para a população. No primeiro ano de vida o modelo já conseguiu atingir a incrível marca das 100 mil unidades vendidas.

O Uno também conseguiu alguns outros feitos interessantes, como ser o primeiro carro turbinado de fábrica brasileiro.

Ordenar resultados

Acesse sua conta

Vá mais rápido usando sua rede social favorita:

    Usar o Google+


Ou acesse com seu e-mail:


Não tem cadastro? Crie uma Conta gratuitamente


Lojistas e Concessionários, acesse Central do Revendedor