Salão do Carro

Mapa do Site


Renault Symbol novo ou usado

O Symbol foi um modelo de carro do tipo sedan lançado pela Renault no não de 2009 e que teve uma vida curta quando comparado com outros carros da montadora, de apenas quatro anos. O modelo chegou ao Brasil no primeiro trimestre, sendo que o seu principal objetivo era substituir o Clio Sedan, que estava deixando de ser comercializado.

Apesar do lançamento e da mudança de nome, o Symbol acabou se tornando basicamente uma nova geração do Clio Sedan, uma vez que em um primeiro momento não houve qualquer outra mudança mais significativa em relação a mecânica do carro, tão pouco em relação ao seu design.

Argentino

O Symbol, assim como o Clio Sedan, era fabricado na Argentina, chegando ao Brasil através da importação. Tratava-se de uma nova aposta de parte da montadora para conquistar os clientes que buscavam novas opções em relação ao mercado de sedan compacto.

Na ocasião do seu lançamento, o modelo foi apresentado em Curitiba, sendo posteriormente enviado para o restante do Brasil. O carro chegava com dois tipos diferentes de acabamento: Expression, que era a versão mais barata e que podia ser encontrado por um preço a partir de R$ 41.190, e a Privilège, que custava a partir dos R$ 44.490.

Como a plataforma utilizada para a construção do Symbol ainda era a mesma utilizada para o Clio Sedan, praticamente nenhuma novidade ou mudança significativa foi feita para o lançamento. Apenas leves alterações na carroceria, como o aumento de 7 centímetros em relação ao comprimento do carro.

As duas versões que foram lançadas no mercado brasileiro eram disponibilizadas com o motor 1.6 16V motor 1.6 16V Hi-Flex, o mesmo dos modelos Logan e Sandero, que gera 110 cavalos (a gasolina) e 115 cavalos (a álcool) e possui torque de 15,2 kgfm (g) e 16 kgfm (a). O câmbio é manual, de cinco marchas.

O carro tinha algumas novidades em relação a sua mecânica, tais como o novo sistema de suspensão. O modelo foi desenvolvido por 50 especialistas que rodaram 180 mil quilômetros em testes. “Tudo para adaptar o carro às condições das vias brasileiras”, observa.

Em relação aos itens, a versão mais básica do carro tinha ar-condicionado manual, travas e vidros dianteiros elétricos, direção hidráulica, airbags frontais duplos, volante e banco do motorista com regulagem de altura, iluminação no porta-malas e rodas de aço aro 14.

Acesse sua conta

Vá mais rápido usando sua conta predileta:

    Usar o Google


Ou acesse com seu e-mail cadastrado:


Usuário novo: Criar uma Conta


Lojistas e Concessionários, acesse Central do Revendedor