O Fiat Uno é um velho conhecido dos consumidores brasileiros, devido a grande qualidade em sua estrutura e também a boa resistência, aliada ao ótimo custo benefício, a Fiat conseguiu fazer com que o modelo se tornasse um muito bem aceito dentro do mercado nacional. Atualmente é considerado um dos modelos mais vendidos dentro do mercado nacional, vários rumores já confirmaram que o modelo saíra de linha, mas na realidade o modelo supera todos esses rumores e ainda persiste, sendo um dos carros mais vendidos no Brasil, mesmo tendo inúmeros concorrentes e já estar sendo vendido a mais de 20 anos dentro do mercado nacional.

Fiat UnoAssim como vários veículos da época, o Fiat Uno foi lançado primeiramente no mercado europeu, seu lançamento aconteceu no ano de 1983, logo no próximo ano o modelo já foi lançado no mercado nacional, no mercado europeu o modelo tinha a dura missão de competir com vários concorrentes, já no Brasil uma das principais preocupações da Fiat era combater o Volkswagen Gol, modelo que também estava começando a ser vendido no mercado nacional e que tinha dura missão de substituir o Fusca. Como o modelo sempre atuou no segmento popular, a marca tomou bastante cuidado em relação a seu custo final, por isso manteve sempre o padrão em relação a custo benefício, visando de essa forma estar sempre a frente de seus concorrentes.

Na linha de produção brasileira, o modelo veio para suceder o Fiat 147, modelo que ficou bastante conhecido dentro do mercado nacional, mas que não conseguiu manter um bom ritmo de vendas, porém era uma dura missão para a Fiat conseguir criar um modelo que conseguisse atender os pré-requisitos impostos pelos brasileiros. Logo em seu lançamento a marca resolveu oferecer três versões, sendo uma versão básica, uma versão intermediária e uma versão top de linha, porém os consumidores brasileiros no inicio começaram a rejeitar o modelo.

Essa rejeição aconteceu principalmente por causa de seu desenho diferente, e até hoje seu desenho é diferente do que se comparado com modelos vendidos dentro do mercado nacional, principalmente em sua versão Mille. Em todo caso o modelo rapidamente conseguiu ganhar a confiança dos brasileiros, por contar com um motor de resposta rápida e também com uma mecânica de alta durabilidade, o modelo rapidamente se tornou bastante popular entre os brasileiros, principalmente junto a consumidores que queriam um veículo que oferecesse boa resistência e bom custo benefício, seja em seu preço final quanto em autonomia, pois seu motor pequeno conseguia fazer vários quilômetros por litro.

Fiat Uno

Desenvolvimento de suas vendas

Fiat UnoA reação do Fiat Uno junto ao mercado nacional começou a partir do ano de 1990, quando a marca recebeu alguns incentivos fiscais e resolveu lançar o modelo na versão 1.0 litros, com essa motorização o modelo teve uma queda drástica em seu custo final, com isso os consumidores começaram a adquirir o modelo, sendo com certeza um dos melhores resultados do Fiat Uno, desde seu lançamento no mercado nacional. Depois do lançamento da versão 1.0 litros, o modelo deu um salto em seu número de vendas.

As marcas concorrentes também perceberam que a linha de veículos econômicos e de baixo custo seria tendência para os próximos anos, sendo um fator que modificou totalmente o mercado automobilístico brasileiro. O nome Mille acabou se tornando um termo para o veículo, muitas pessoas chamavam o modelo somente de Mille, tanto que muitas pessoas na época acreditavam que o modelo tinha o nome de Mille, quando na realidade esse nome era referente à sua versão, pois a marca nunca modificou o nome do modelo, o mesmo sempre foi denominado de Uno, sendo o nome de um dos veículos mais populares dentro do mercado nacional.

No ano de 1996, quando já estava com alguns anos sendo vendido dentro do mercado nacional, a Fiat começou a perceber que o Uno já estava sofrendo com o peso da idade, nesse momento a montadora ensaiou tirar o modelo de linha. Pensando em um desenho inovador, a Fiat resolveu lançar o modelo Palio, sendo um modelo que se tornou bastante conhecido entre os consumidores brasileiros, cuja principal finalidade do projeto era substituir o Uno. Porém o lançamento do Palio não tornou o veículo tão popular como a marca esperava e isso acabou não sendo o bastante para tirar o Uno de linha.

Com isso o modelo seguiu firme dentro do mercado nacional, durante esse período até o ano de 2002 a marca praticamente não modificou o desenho do modelo, sempre mantendo a mesma comunicação visual. Porém no ano de 2002 o Uno recebeu sua primeira modificação drástica, esse novo desenho era um pouco mais arredondado, principalmente se comparado com suas versões anteriores, o modelo também recebeu alguns itens diferenciados, como no caso da versão off Road, algo que não poderia ser visto em suas versões antigas, sendo um fator muito interessante para os consumidores que se identificavam com o modelo.

Novo Uno

Mesmo não tendo em mente tirar a versão Mille do mercado nacional e também da linha de produção, a marca resolveu criar um novo desenho, totalmente diferente do que os consumidores brasileiros já tinham visto em relação ao Uno. Essa nova versão contava com um desenho totalmente diferente, praticamente não lembrava em nada o desenho do Mille, o que acabou se tornando um fator muito interessante e fez com que o modelo estourasse em relação a seu número de vendas. Rapidamente o modelo foi muito bem aceito dentro do mercado nacional.

'Velho' e Novo UnoReflexo de sua boa aceitação foi o número de vendas do modelo, rapidamente conseguiu atingir o ponto máximo do mercado, conseguindo desbancar durante alguns dias até mesmo o Volkswagen Gol, sendo ele o responsável pela liderança em vendas dentro do mercado nacional a alguns anos. Porém essa nova versão também não deixou de lado o bom custo benefício e economia, sendo dois fatores que marcam a história do Uno.