Dicas úteis para seu pneuEm um país onde a maioria das pessoas é apaixonada por carro, com certeza um dos principais assuntos tem haver com carro ou algum problema que é comum entre todos os motoristas. Durante o passar do tempo as pessoas perceberam que cuidar dos componentes mecânicos do veículo é de suma importância para sua qualidade e vida útil, mas assim como a mecânica os pneus também exigem certos cuidados para conseguir manter sua vida útil, porém a maioria dos motoristas acaba não cuidando dos pneus como realmente se deve e isso acaba se tornando um grande problema na vida útil dos mesmos.

Vários fatores influenciam na hora de saber quais são os desgastes dos pneus, e na maioria das vezes o motorista acaba sendo o responsável pelo desgaste dos pneus, um exemplo comum é quando dois amigos adquirem pneus da mesma marca, nesse momento podemos perceber que a vida útil do pneu se modifica, nunca sendo igual, justamente por causa da pilotagem que acaba sendo diferente. O modo de dirigir influencia e o pneu com baixa qualidade também influencia ainda mais no desgaste, pois a pessoa acaba tendo problemas em relação à durabilidade dos pneus e também sua pilotagem é comprometido, o que acaba sendo um problema.

Causas de desgaste dos pneus

Cantando pneusPrimeiramente o motorista deve tomar alguns cuidados em relação a dirigir de forma agressiva, esse problema é bastante comum entre os motoristas da atualidade e deve se tomar bastante cuidado, caso contrário isso pode se tornar um problema para a vida útil de seus pneus. Alguns problemas em relação agressiva podem ser vistos e não precisa ser um especialista para saber que essa forma de pilotagem danifica os pneus, começando pela arrancada, muitos motoristas gostam de sair "cantando pneus", nesse momento o contanto com o solo e a alta rotação faz com que o pneu tenha um grande desgaste, o que também se torna um grande problema.

A frenagem também é um momento que deve ser ressaltado, pois muitos motoristas chegam muito rápido no sinaleiro, por exemplo, e acabam freando muito em cima, fazendo com que o veículo derrape e consequentemente fazendo com que aja um desgaste muito grande nos pneus, esse também é um problema comum entre todos os motoristas, no qual requer bastante atenção. De primeira vista o motorista acaba não percebendo que o pneu sofreu danos, porém a quantidade de borracha perdida faz com que o veículo fique desigual em seu balanço e isso se torna um grande problema, pois com o tempo o circulo imperfeito faz com que outras partes do pneu também comecem a desgastar, gerando assim um desgaste prematuro.

Curvas bruscasComo você entra nas curvas? Dirige sempre em alta velocidade? Como podemos perceber, as maiorias das curvas contam com uma inclinação, visando de essa forma facilitar no contorno da mesma, porém a força G gera uma força contrária da qual estamos virando e isso se torna um problema para os pneus, principalmente em grandes velocidades. Aquele barulho que os pneus fazem quando estão entrando ou saindo de uma curva, nada mais é do que sua aderência e derrapagem no asfalto, o que consequentemente desgasta sua borracha, por isso procure sempre entrar em uma curva em baixa velocidade, ou pelo menos com uma velocidade razoável.

Outro problema bastante comum são os buracos, como podemos perceber atualmente, as ruas são totalmente desiguais, algumas estão em ótimo estado, outras acaba não estando nesse bom estado e isso gera muitos problemas, principalmente em rodovias, onde andamos sempre em alta velocidade, e quando percebemos já estamos em cima de um buraco. Lembrando que a suspensão também é um problema em relação a desgaste de pneus, a suspensão em mal estado pode fazer com que os pneus tenham maior desgaste.

Dicas para evitar o desgaste prematuro 

Calibragem de pneuA primeira dica é com certeza melhorar a forma de pilotagem, procure sair sem fazer com que os pneus patinem, também freie antes para não exigir tanto dos pneus. Principalmente nas rodovias, procure manter uma velocidade razoável, principalmente na entrada e saída de curva, quando o peso do veículo está sendo destinado somente a uma parte do carro, e consequentemente dois pneus precisam suportar todo esse peso. Essas são com certeza as principais dicas, porém existem outras que se seguidas podem melhorar muito a durabilidade de seus pneus.

Segundo profissionais que atuam nesse segmento, as calibragens dos pneus devem ser feitas diariamente, como fazer a calibragem diariamente é inviável para muitas pessoas, os profissionais afirmam que fazer de semana em semana já é uma quantidade ideal. Caso o pneu não esteja devidamente calibrado, o peso do carro sobre esse pneu acaba sendo menor, gerando mais pressão para os outros pneus, sem contar que os pneus descalibrados também não conseguem oferecer uma boa rotação, fazendo com que sua estrutura seja danificada e que seu desenho seja modificado com o tempo.

O alinhamento e balanceamento também são de suma importância para manter a qualidade de seus pneus, um problema bastante comum é gastar somente um lado do pneu, nesse caso uma dica interessante é sempre procurar serviços referentes à calibragem de pneus e também a balanceamento. Como não existe uma forma de prever, uma dica é ficar de olho na direção, o veículo desalinhado tende a virar o volante para o lado quando se solta às mãos do mesmo, no caso de veículo desbalanceado, o problema é referente à vibração no volante, nesse caso o volante vibra muito.

Alinhamento de pneus

Em caso de veículos com rodagem dupla o problema ainda é maior caso um dos pneus esteja desalinhado ou desbalanceado, pois o desgaste dos pneus acaba sendo muito maior e de forma prematura, por isso tome bastante cuidado na hora de calibrar seus pneus, também procure fazer o rodízio de pneus corretamente. Faça o alinhamento e balanceamento entre três a seis meses, devendo levar em consideração a quantidade de quilômetros que você roda diariamente, sendo esse um dos principais indicadores para os desgastes dos pneus.