Quem nunca passou por aquela terrível situação em que teve que trocar o pneu do carro no meio de uma rua, ou em algum lugar movimentado. Além do constrangimento, muitos não sabem como proceder ao fazer a troca do pneu que apresentou problemas pelo estepe que está na porta – malas do carro.

Lembre-se sempre que ao fazer a troca do seu pneu, você deve sinalizar, seja ligando o pica alerta caso você esteja em uma estrada ou rua movimentada e depois disso procure estacional na vaga mais próxima. Não esqueça também de colocar o triangulo na pista em uma posição em que todos os motoristas possam enxergar, assim você estará respeitando a lei e os ricos de ocorrer algum acidente são menores. A distancia que o triangulo deve estar do carro é cerca de 20 metros, mas sabemos que nem sempre dá para cumprir com todas as regras de transito, principalmente nas grandes cidades, então, deixar o triangulo bem a vista já é um bom auxilio para você e para os demais motoristas.

Facilitando a troca de pneus

Saber trocar um pneu é absolutamente necessário para qualquer motorista, pois nem sempre você estará em uma região em que o socorro chegará rápido, as vezes o pneu do seu carro pode furar quando você está em uma estrada e o seu celular não possui sinal, e aí você terá que trocar o pneu.

Mas tome cuidado, pois trocar o pneu de um carro pode ser uma tarefa perigosa e envolve certo tempo de tudo ocorrer bem, além de desmontar um pouco o seu look do dia.

Dicas e acessórios

Se você for mulher, leve sempre um par de luvas de borracha dentro do carro, pois se você tiver que trocar um pneu, certamente as suas unhas não serão mais as mesmas depois da troca do pneu.

Existem alguns acessórios que podem facilitar a sua vida na hora de trocar um pneu, veja quais são e como eles funcionam.

Normalmente eles ficam dentro do porta – malas do carro, debaixo do carpete e do estepe, mas alguns modelos de carro podem apresentar variações e é bom já ver isso logo que você for comprar seu carro. Pergunte para o vendedor onde está o macaco e a chave para que você não passe por mal bocados posteriormente, e lembre-se que para pegar o macaco e a chave debaixo do pneu, é necessário soltar o parafuso que prende o estepe.

O macaco vem fechado e deverá ser aberto por 20 cm antes de encaixa-lo no carro, deixando – o firme entre o carro e o chão. Encaixe o macaco no lugar certo que é sinalizado por uma flecha que fica próxima ao pneu, perto da saia do carro.

Macaco é fundamental na hora da troca de pneus.

Depois disso, deixe o macaco de lado e vá desapertar os parafusos da roda com a chave, para isso, encaixe a chave nos parafusos e gire no sentido anti – horário. Caso você não consiga fazer isso com a força das mãos, suba na chave e empurre com os pés. Quando os parafusos estiverem frouxos, suba o carro com o auxilio do macaca para que ele fique em uma altura necessária para que você possa trocar o pneu.

Em seguida afrouxe os parafusos e retire a roda segurando pelas duas mãos, após feito isso encaixe o estepe no lugar do pneu furado e guarde este no porta – malas. Aperte os parafusos quando o carro já estiver no chão, ou seja, sem a ajuda do macaco e em seguida procure a mecânica mais próxima.

Dicas para identificar problemas no pneu

Esses são os acessórios mais comuns na hora de trocar um pneu. Saiba agora quais são os sinais que o pneu de seu carro pode da e que representam a hora que ele deve ser trocado.

1 – Os sulcos dos pneus nunca devem estar abaixo de 1,6mm de profundidade. E para saber isso o teste é simples, insira uma moeda de R$ 1,00 entre os blocos dos sulcos. Se a parte dourada ficar completamente coberta é por que está tudo bem com os pneus.

2 – Os indicadores de desgaste da banda de rodam aparecem através de filetes de borracha sobrepostos transversalmente sob os sulcos do pneu. Esse sistema geralmente é encontrado m carros mais modernos.

3 – As rachaduras na parte lateral podem apresentar riscos a você. Muitas vezes elas não são perceptíveis a olho nu, então peça para o seu mecânico ver isso para você e caso elas já possam ser vistas a olho nu, está mais do que na hora de comprar pneus novos para seu carro.

Dicas para saber quando terá problemas com o carro.

4 – Outra coisa que pode ocorrer com os pneus do seu carro é o aparecimento de saliências e bolhas de ar. Quando isso acontecer corra para seu mecânico e veja se isso não é um defeito de fabricação, as vezes isso pode ser consertado, mas o recomendável é realmente trocar os pneus.

5 - Uma certa quantidade de vibração é inevitável de acontecer ao se dirigir, especialmente em ruas e estradas mal pavimentadas ou aquelas que ainda não são asfaltadas e possuem pedras ou areia ao longo de seu trajeto, mas se você possui certa experiência, você consegue identificar com facilidade se a vibração que está sentindo é algo normal do veiculo ou é sinal de que alguma coisa está errada. Existem diversas causas para a vibração e talvez os pneus do seu carro não estejam alinhados ou balanceados da maneira correta, ou então os amortecedores do seu veiculo estão começando a falhar.

Mas estes sinais também podem indicar que há algum problema ocorrendo dentro do  pneu. E mesmo que o pneu não seja o principal causador da vibração, a vibração em si pode causar danificações ao pneu e você terá problemas muito em breve. Portanto, se o seu carro começar a balançar demais ou apresentar grande falta de instabilidade, principalmente quando você não está dirigindo em ruas esburacadas, leve o seu carro para um checape no seu mecânico de confiança. E lembre-se que muita vibração é sempre sinal de algo está errado.