Perder o carro dentro de um estacionamento grande, como os de hipermercados ou os de shoppings, deve ter acontecido com grande parte dos motoristas que frequentam estes locais com uma certa frequência. Durante muito tempo as empresas donas dos espaços para estacionar tentaram de tudo para ajudar os motoristas a memorizarem os locais onde deixaram seus carros. Pintaram zonas com cores diferentes, colocaram letras e números nos corredores, disponibilizaram profissionais para ajudar o motorista a encontra o seu carro. Mas mesmo assim os perdidos ainda circulam por estes locais.

Tecnologia ajuda motoristas na hora do estacionamento

Mas agora um novo sistema está sendo implementado e que promete ajudar ainda mais os motoristas a não terem que perder muito tempo procurando o seu carro dentro de um estacionamento quando sai para fazer suas compras ou fazer um passeio. E a forma como isso está sendo feito é contando com a tecnologia que está no bolso de boa parte dos brasileiros: os smartphones. Com estes aparelhos temos um verdadeiro computador conosco sempre, com diversas funções, incluindo navegadores GPS e sistemas de leitura de QR Codes, que são códigos em forma de figura. E é justamente juntando estes recursos que os grandes shoppings de São Paulo estão tentando ajudar o motorista.

Memorizando o estacionamento

Uma das soluções que começaram a ser implementadas nos grandes centros de compras de São Paulo nos últimos meses foi a instalação de pequenos símbolos nas paredes dos pilares que sustentam a estrutura do estacionamento. São imagens quadradas em preto e branco com desenhos abstratos que são chamados de QR Code. Esta tecnologia está sendo utilizada por diversas empresas dentro de um conjunto de inovações conhecida como Realidade aumentada. A ideia é usar um elemento físico, no caso o desenho, para acessar informações virtuais, e assim unir os dois “mundos”.

Para usar esta imagem o usuário vai precisar ter um smartphone com câmera fotográfica e também deverá ter instalado um aplicativo que tenha a capacidade de ler QR Code. Existem vários disponíveis, sendo que grande parte deles é de graça. Basta entrar na loja de download de aplicativos do seu sistema operacional e digitar QR Code para que eles apareçam. Depois que a pessoa tiver instalado o QR Code, basta acionar o aplicativo e tirar uma foto da imagem que está pintada na parede. Ele vai conseguri acessar uma série de informações permitindo que o aparelho consiga memorizar o local onde estacionou.

A escolha por usar estes códigos tridimensionais no shopping JK Iguatemi, por exemplo, foi feita com base nas informações de comportamento do próprio cliente. Muitas pessoas podem achar que uma boa parte da população não vai conseguir usar o sistema justamente por ser um tanto quanto complexo e lidar com novas tecnologias que ainda não estão bem difundidas. Mas no caso do perfil do consumidor que se dirige até o JK Iguatemi os representantes acreditam que não existe problema porque a maioria das pessoas possuem um smartphone e já estão mais acostumadas com este tipo de tecnologia.

Aplicativo disponível em shoppings de São Paulo

No Shopping JK é possível até mesmo encontrar o código em terceira dimensão em outros locais, como nas obras de arte que estão espalhadas por diversos cantos do centro de compras. Ao aproximar o smartphone destas imagens e capturar o código, as pessoas conseguem acesso a uma série de informações sobre aquela obra em especifico e assim passa a ter mais conhecimento da decoração, tirando as dúvidas que muitas pessoas podem ter quando gostam de determinado item, e ao mesmo tempo também já serve para acostumar as pessoas a usar este tipo de tecnologia.

No caso de alguns shoppings o motorista deverá baixar um aplicativo gratuito especifico para que seja possível guardar as informações relacionadas ao local onde as pessoas deixaram seus carros dentro do estacionamento. O primeiro shopping que lançou esta tecnologia foi o JK Iguatemi, um dos grandes centros comercias de luxo que foi inaugurado recentemente na capital paulista. O shopping lançou a versão do aplicativo tanto para Android quanto para iOS, basta seguir as instruções que estão espalhadas pelo próprio estacionamento para conseguir baixar o aplicativo.

Nesta primeira fase dos aplicativos,  eles memorizam apenas o local ande a pessoa deixou o carro, através da identificação que é utilizada para se localizar dento do próprio estacionamento. Os motoristas terão que contar com os mapas físicos que estão espalhados por todos os cantos do local para encontrar o local que o smartphone memorizou. Mas já estão previstas outras atualizações dos mesmos aplicativos onde as pessoas poderão memorizar o local e depois terão acesso a um mapa no smartphone que vai guiar a pessoa até o veículo. O mapa vai usar o GPS do telefone para localizar exatamente aonde a pessoa está para guiar ela através dos corredores do mapa do estacionamento.

Todas estas inovações tecnológicas estão sendo desenvolvidas por startups que foram contratadas pelos centros comerciais para tentar resolver os problemas de seus clientes. No caso da solução que está sendo criada para o shopping Villa Lobos, a empresa que está desenvolvendo esta solução é a Uppna, que criou o MallGuide.Me que foi lançado em Março deste ano com informações de cerca de 300 shoppings de todo o Brasil. Confirme o diretor da empresa, o aplicativo  de localização dos carros dentro do estacionamento chegará em breve aos centros comerciais do resto da cidade de São Paulo e no próximo ano deverá chegar na cidade do Rio de Janeiro.