Este final de semana realmente promete muitas emoções para as pessoas que são amantes dos carros e da alta velocidade. Além do Grande Prêmio de Interlagos que acontece no próximo domingo, os visitantes também poderão aproveitar para dar uma passadinha e conhecer as novidades da 2ª edição do Salão Internacional de Veículos Antigos, que teve suas atividades iniciadas na última quinta-feira no Anhembi. O evento reúne algumas peças raras do mercado automobilístico. É uma visita imperdível tanto para as pessoas que gostam de carros quanto para as pessoas que são apenas curiosas sobre o assunto, já que os modelos que estão lá fazem parte da história do mercado.

Salão Internacional de Veículos Antigos

Esta segunda edição do evento está muito parecida com a primeira, que aconteceu no ano passado. A área total disponível para as estruturas do salão também acabou não mudando, mas em compensação o número de carros que está sendo exposto aumentou um pouco, passaram dos primeiros 250 carros para os atuais 280 exemplares. O evento também conseguiu se tornar um pouco mais profissional nesta edição, já que agora conta com o apoio oficial da Federação Brasileira de Veículos Antigos (FBVA). Uma outra novidade interessante é que os visitantes poderão perceber um aumento na variedade de carros que estão sendo vendidos.

Variedade é a prioridade

De acordo com os organizadores do evento, algumas outras mudanças internas foram feitas em termos de organização e seleção, que podem não ser percebidas diretamente pelos visitantes, mas que acabou tendo alguns reflexos imediatos na variedade de carros que está sendo apresentada neste evento. Os critérios de escolha dos exemplares que poderiam estar sendo expostos foram alterados, permitindo que a organização ouvisse mais os especialistas, que no caso eram os representantes dos clubes de carros afiliados a FBVA. Assim, a organização doe vento garantiu uma pluralidade interessante na escolha total dos carros.

Modelos em exposição no Anhembi

Segundo as informações que foram passadas, os carros foram escolhidos da seguinte forma: primeiramente a organização do evento convidou os mais de 100 clubes de carros antigos que são filiados a indicarem, cada um , dois carros que fossem fortes representantes de suas associações. Por exemplo, o pessoal que lidera o clube do Ford Mustang escolheu dois modelos que simbolizavam melhor este veículo. A ideia é que estes modelos fossem o mais completo possível tanto nas questões relacionadas a essência da marca quanto também nas questões relacionadas a conservação, que também são muito importantes. A partir desta indicação uma comissão foi indicada para ir escolhendo os carros, fazendo a chamada curadoria, que é garantir que os carros expostos realmente contem uma historia abrangente, e não estejam concentrados em apenas algumas marcas ou apenas alguns períodos de tempo.

Esta forma realmente se mostrou muito eficiente porque o evento realmente consegue dar esta dimensão para os visitantes. Quem for ate o Anhembi vai conseguir ver uma grande variedade de carros em diferentes épocas, e não apenas variações de mesmos modelos e marcas. Uma outra preocupação da organização era também garantir que todos os mercados importantes fossem bem representados, desde os dos países europeus passando pela indústria norte-americana e chegando aos nacionais. Além disso alguns outros critérios que já tinham sido utilizados na edição passada do evento, foram mantidos, como a idade mínima de pelo menos 30 anos. Segundo os organizadores, os carros expostos produzidos além de 1982 foram um Fusca Itamar 86, um Opala 92 e um Lotus Emme 422T, que decidimos abrir exceção pelo momento histórico em que foram lançados.

Foco no colecionador

Tapete vermelho no Salão dos AntigosEsta edição do evento também resolveu dar mais importância ainda para aquele que é a figura chave deste tipo de mostra, que é a figura do colecionador de carros. Sem eles, a execução de um evento internacional deste porte não seria possível, e isso ficou bem claro na fala inicial de abertura do evento que foi feita pelo curador desta edição da mostra, Júlio Penteado, que se referiu a eles como “Sua majestade, o colecionador”. A ideia é deixar claro que todo aquele evento é feito junto com os colecionadores, que eles fazem parte disto, e que a ideia é que as pessoas que estão visitando também podem se tornar um colecionador no futuro, o que pode aumentar ainda mais a quantidade de carros e a variedade dos próximos eventos.

Durante esta edição os visitantes poderão fazer as visitas de forma mais fácil, através de um novo sistema de divisão de informações. Agora, todos os carros acabaram sendo agrupados conforme o país de origem, assim os visitantes poderão localizar mais rapidamente um modelo especifico ou poderão conhecer o cenário de cada país de uma só vez, ficando mais fácil de comparar os diferentes modelos.

É claro que o evento por si só já apresenta uma série de raridades, sendo que escolher destaques no meio de tantos carros bacanas fica uma tarefa bem complicada. Mas alguns carros naturalmente acabam chamando at

Carros raros no Anhembi

enção, seja pela história, ou seja pelo design em si. Por exemplo, os visitantes poderão encontrar na ala dos carros norte-americanos o Ford Mustang Mach I, que entrou para a história por ser o último modelo que foi fabricado antes da interrupção desta linha.

Já no espaço dos Europeus a dica para os visitantes é não deixar de conferir a Lamborghini Esapada, que tem alguns dos desenhos mais estranhos da feira, sendo que poderá o mesmo tempo despertar reações de amor ou ódio. Mas um carro que merece a atenção pela raridade é o Iso Griffo 77.

Para  aqueles que gostam da indústria automobilística nacional, ou pelo menos deseja entender um pouco melhor o que era considerado um bom modelo brasileiro nas décadas passadas, a ala dedicada aos carros nacionais é uma atração a parte. Vale a pena conferir.

Serviço

O Salão Internacional de Veículos Antigos acontece entre os dias 22 a 25 de novembro. Os horários para visitação até sábado é das 12h ás 22h e no domingo o horário especial é das 10h às 18h.

O Anhembi fica localizado na Av. Olavo Fontoura, 1.209, Santana e os ingressos custam R$ 30,00 a inteira e R$ 15 a meia. Mais informações através do www.salaodeantigos.com.br.