O novo Chevrolet Sonic chega ao Brasil em duas categorias, hatch e sedan, ambas importadas da Coréia do Sul. Dentre as aparelhagens que já saem equipadas de fábrica estão o ar-condicionado, os vidros com travas elétricas, a direção hidráulica e o duplo air bag. Os freios são ABS com EBD, as rodas são de liga leve e 15 polegadas. O carro ainda possui computador à bordo, rádio/CD/MP3 e conectividade Bluetooth para telefone.

Design do Automóvel

Basicamente, o design do Novo Sonic é esportivo e tecnológico, visando alcançar um público consumidor jovem. O acabamento, que é produzido na Coréia do Sul e atende a vários mercados, é muito bom. A carroceria apresenta inclinação mínima, transmitindo segurança ao condutor.

Na dianteira do veículo, o Novo Sonic conserva um ângulo avançado no capô e uma grade de ar bipartida, característica já presente em modelos anteriores. Contudo, a dianteira agora ficou mais agressiva, devido a aplicação de uma barra integrada ao para-choque, a qual sustenta a gravata dourada da marca. O desenho dos faróis é ousado, uma vez que os reflexos apresentam lentes individuais sem uma lente geral de proteção.

Visual do Sonic Sedan e Hatch

Na parte lateral, o modelo possui vinco angular na base das portas e linha de cintura ascendente. Ainda no que diz respeito às portas, há diferenças entre as versões hatch e sedan: o Sonic Hatch apresenta maçanetas acomodadas também nas portas traseiras, já no Sonic Sedan, a linha de cintura segue sua trajetória, passando pelas lanternas e culminando no porta-malas.

Já a traseira do Chevrolet Sonic 2013 possui desenho limpo, com algumas novidades. No hatch, são dispostas sobre uma moldura preta lanternas de elementos circulares e com lentes independentes. No sedan, apesar das lanternas também serem circulares, elas apresentam um caráter mais sóbrio e acabamento convencional.

Frente do Sonic Hatch

Interior do Carro

Os modelos brasileiros do Sonic 2013 possuem interior semelhante aos americanos. O acabamento apresenta um ar refinado, alcançado também pelo fato de os encaixes serem precisos e as peças serem bem aparadas. O revestimento dos bancos, alinhado a outros países, não sofreu alteração, e continua podendo ser adquirido em couro ou em tecido.

O quadro de instrumentos é bem funcional, e imita quadros de motos, sendo que possui um formato bem menor do que aparece nas maiorias dos outros carros, fazendo com que o Novo Sonic dê a sensação de possuir um espaço bem maior acima do volante, para quem está dirigindo. O conta-giros é analógico e o velocímetro, além de ser digital, é facilmente visualizado tanto de dia quanto à noite, por apresentar iluminação Ice Blue, que pode ser aumentada ou reduzida.

Chevrolet Sonic: aposta no público jovem

O volante, inclusive, é muito prático e confortável, com sistema de som bem posicionado e de operação tranquila, fácil acesso ao ar condicionado e aos botões e alavancas, que são os mesmos do Cruze e Cobalt. Os bancos são muito confortáveis e a ergometria interna em geral é muito boa, uma vez que todos os todos os bancos possuem regulagem de altura e o volante vem com ajuste de altura e profundidade. A cabine proporciona, enfim, sensação de modernidade e se adéqua a todas as pessoas, além de que a visibilidade que se tem tanto a principal quanto a dos retrovisores e diagonais, é muito adequada.

Vídeos de avaliação

Selecionar dois vídeos de avaliação:

Motor Potente

O motor novo é o Econotec 1.6 16 V bicombustível e é uma das apostas da Chevrolet para desbancar a concorrência. O seu propulsor de 120 cv de potência e 16,3 mkgf de torque fazem arrancadas e retomadas com muita agilidade mesmo quando o veículo está com a sua capacidade máxima de ocupantes (quatro adultos).

O câmbio automático possui seis velocidades, mas a novidade está no câmbio manual, que possibilita que as trocas sejam feitas por botões que se localizam no lado esquerdo da manopla. Os engates do câmbio manual do Sonic são precisos e fazem trocas de forma suave.

O motor ainda permite desenvolvimento máximo tanto em alta quanto em baixa rotação, graças a uma moderna tecnologia de dois comandos de marchas continuamente variáveis (CWT) e um coletor de admissão variável (VIM). Com isso, o consumo de combustível é menor, pois a queima é mais eficiente. A média de consumo é de aproximadamente 9km por litro.

Fotos do Sonic

  • Chevrolet Sonic - Foto 1
    Chevrolet Sonic - Foto 1
  • Chevrolet Sonic - Foto 2
    Chevrolet Sonic - Foto 2
  • Chevrolet Sonic - Foto 3
    Chevrolet Sonic - Foto 3
  • Chevrolet Sonic - Foto 4
    Chevrolet Sonic - Foto 4
  • Chevrolet Sonic - Foto 5
    Chevrolet Sonic - Foto 5
  • Chevrolet Sonic - Foto 6
    Chevrolet Sonic - Foto 6
  • Chevrolet Sonic - Foto 7
    Chevrolet Sonic - Foto 7

Preços de Mercado

Em resumo, pode-se dizer que o Sonic 2013 é um dos melhores carros já lançados pela Chevrolet no Brasil, tendo sido construído em uma moderna plataforma alemã. O veículo roda suave, graças a um bom acerto da suspensão que é capaz de filtrar as imperfeições do asfalto, por exemplo. A montadora ainda conseguiu um bom isolamento no capô e na caixa corta-fogo do motor, o que contribuiu para que o carro apresente baixo ruído interno, mesmo em rotações elevadas.

O preço do Sonic Hatch parte de R$ 46.200 e o carro concorre diretamente com os modelos New Fiesta Hatch e Honda Fit. Já o Sonic Sedan é vendido a partir de R$ 49.100 e tem como concorrentes o New Fiesta Sedan e o Honda City.