Um carro pequeno em tamanho e majestoso em sofisticação. Assim está sendo definido o Fiat 500 Cabrio pela grande maioria dos críticos do mercado automotivo. Ele tem sido eleito como uma ótima escolha para os amantes do caótico trânsito urbano e é preferência entre o público feminino por conta do designer compacto.

É que a montadora italiana está entrando de cabeça na onda dos carrinhos retrô. O Fiat 500, ao contrário do que muita gente pensa, não é novidade. O Cinqüecento, pronuncia-se “Tchinquetchento” em italiano, começou a ser produzido pela Fiat entre 1957 e 1975, criado por Dante Giacosa.

Alguns informantes da Fiat já confirmaram que o modelo será vendido no Brasil em 2013. Outras informações dão conta de que ele já estará em nossas praças a partir de novembro.

Uma grande expectativa para quem está interessado no veículo é que ele será uma das grandes atrações da montadora italiana durante o Salão Internacional de São Paulo 2012, que abre suas portas no próximo dia 24 e até o dia 4 de novembro, no Anhembi.

O objetivo da Fiat é agregar mais modelos da linha premium no seu leque de opções.

Fiat 500 Cabriolet

Detalhes

Com 3,55 metros de comprimento, 1,87 m de largura, 1,52 m de altura e 2,30 m de entre-eixos, ele arranca olhares por onde passa. É claro que os motoristas mais altos terão dificuldades. Daí a explicação de uma grande preferência do público feminino pelo modelo. Pensando nisso, a Fiat também garantiu um banco ajustável.

O Fiat Cabrio apresenta duas possibilidades para o motor. A primeira delas é a do 1.4 EVO Flex (o mesmo do Uno). Está disponível nas versões de entrada, com 88 cv de potência máxima e 12,5 mkgf de torque.

Fiat 500 Cabriolet

A segunda opção, que vai ser bastante massificada na versão 2013 conta com o moderno 1.4 16V MultiAir a gasolina, com 105 cv de potência máxima e 13,6 kgfm de torque.

É um novo equipamento que controla a entrada de ar e a combustão, garantindo o controle dinâmico da entrada de ar cilindro por cilindro. Isso é possível porque ele dispõe de um acionamento eletro-hidráulico das válvulas. O objetivo da Fiat com essa novidade? Garantir melhor desempenho e economia de combustível para o pequenino veículo.

As 16 válvulas do propulsor a gasolina rendem 6.500 rotações por minuto e o torque chega à sua potência máxima quando atinge 4 mil rpm e 13,6 Kgfm. Uma caixa automática sequencial de seis velocidades também fica acoplada ao motor.

No câmbio, o motorista contará com três opções: manual de cinco marchas (para os dois motores), automatizado Dualogic de cinco marchas (1.4 EVO Flex) e automático de seis marchas (1.4 16V MultiAir).

Interior Fiat 500 Cabriolet

Novas molas, amortecedores e batentes também visam garantir mais firmeza na dirigibilidade principalmente em curvas e declives.

Alguns equipamentos já confirmados para o conversível são:

  • Sete airbags (frontais, laterais, janela e de proteção ao joelho do condutor)
  • Ar-condicionado digital
  • Bluetooth
  • Sensor de estacionamento traseiro
  • Volante multifuncional revestido em couro (com piloto automático e comandos de áudio)
  • Dispositivo eletrônico permite o acionamento da capota
  • Rádio CD Player, com reprodução de arquivos em MP3
  • Freios a disco nas quatro rodas, aliado ao sistema antitravamento (ABS)
  • Acabamento em couro
  • Ar-condicionado digital automático
  • Sistema de som Bose

Quem já testou os sistemas, confirma por exemplo, que realmente funcionam e são diferentes da maioria dos comandos de voz encontrados em outros modelos. É o caso do sistema BlueeMe, que emparelha o celular via Bluetooth. Basta o condutor dar comando "telefone" e "ligar" que ele já operacionaliza as ligações. Também permite ligar ou desligar o sistema EcoDrive, que busca reduzir o consumo de combustível e a emissão de gases poluentes. O proprietário pode acessar e analisar as informações conectanto um pen drive, que grava os dados.

Fiat 500 Cabriolet

Segurança

Já querendo atingir um público específico que se interessa por maior segurança, ganham destaque os sistemas de segurança e de assistência:

  • ESS - Emergency Stop Signaling ou sinalização de frenagem de emergência;
  • ESP - controle de estabilidade que dá bons resultados na suspensão
  • ASR - Anti Slip Regulation ou controle de tração
  • BAS - Brake Assist System
  • ISOFIX - novo padrão de fixação de cadeirinhas infantis
  • Função SPORT - direção mais firme, adequada a uma condução esportiva
  • Direção elétrica Dual Drive
  • Sistema de entretenimento Blue&Me
  • Freios ABS com EBD e Hill Holde - sistema que ajuda o motorista nas arrancadas em aclives ou declives. Faz com que o veículo não desça até que o controle de embreagem seja realizado. Assim, garante arrancadas fluidas e seguras.

Para quem já pilotou os 1.130 kg do conversível, todas essas ferramentas são importantes, pois garantem, aliadas às dimensões do possante, uma dirigibilidade mais ágil.

As trocas suaves e as boas respostas têm deixado muitos consumidores satisfeitos, pois tornam o modelo ainda mais adequado para a condução na cidade.

Fiat 500 Cabriolet

Quando o motorista pressiona o botão Sport no painel, as mudanças de marchas executam em rotações mais altas e a direção fica mais firme. É uma estratégia bastante utilizada para aventuras em estradas sinuosas.

A Fiat garante que 0 a 100 km/h é feito em 12,6 segundos e que o consumo de combustível é de 12,3 km/l na cidade e 16,5 km/l na estrada.

História

Quem explica um pouco da história do Fiat 500 destaca dois conceitos bastante interessantes para esse tipo de carro.
O primeiro conceito é o de vintage, que remete a alguma coisa pertencente a uma outra época. É um objeto que possui estilo próprio e não passou por qualquer transformação.

O segundo conceito é o retrô, quando se faz uma releitura daquilo que fez muito sucesso nos tempos antigos. É como se você revisitasse o passo, só que com incorporações e pitadas de modernidade.

A história do Fiat Cabrio não é feita apenas de glamour. Em 1956, com os estragos da Segunda Guerra Mundial, toda a produção automotiva visava a redução dos gastos e as pessoas queriam se movimentar com carros menores e baratos, inclusive do ponto de vista do combustível.

Fiat 500 Cabriolet - História

E foi assim que o Fiat Cinquecento inspirou os italianos, em um modelo que teve 3,8 milhões de unidades produzidas até 1975.

Entretanto, quando retornou ao mercado em 2008, sem resquícios de crises econômicas, o 500 agregou um novo conceito, com atributos de segurança e sofisticação.

O visual pequenino e retrô, inspirado no Cinquecento original, da década de 1950, chamou bastante atenção. Para ter sucesso na mudança de conceito, a Fiat lançou seis versões diferentes.

Portanto, quem pensa o marketing do Fiat 500 não hesita em informar que ele é vintage e super retrô.

No Brasil

No Brasil, as primeiras versões do Cinquecento chegaram da fábrica de Tychy, na Polônia. Porém, desde 2011, os 500 modelos vendidos no mercado brasileiro e norte-americano foram fabricados em Toluca, no México.

A produção dos motores acontece de duas maneiras: o 1.4 EVO é produzido no Brasil. Já o 1.4 MultiAir, nos EUA, com garantia de quatro anos ou 50 mil milhas (80 mil quilômetros). A cobertura total no Brasil é de dois anos.

Os críticos automotivos já anunciaram que o Fiat 500 passou por diversas provas de impacto, para melhor receber os passageiros. Todas essas especulações e mudanças visam garantir um objetivo bem claro da Fiat, que é encher os olhos dos norte-americanos.

A fabricação no México, e não mais na Polônia, também tem a mesma intenção. Os acordos com o novo país de produção reduziram os impostos em 35%.

Galeria

Veja mais fotos do modelo Cabriolet:

  • Fiat 500 Cabriolet - Foto 1
    Fiat 500 Cabriolet - Foto 1
  • Fiat 500 Cabriolet - Foto 2
    Fiat 500 Cabriolet - Foto 2
  • Fiat 500 Cabriolet - Foto 3
    Fiat 500 Cabriolet - Foto 3
  • Fiat 500 Cabriolet - Foto 4
    Fiat 500 Cabriolet - Foto 4
  • Fiat 500 Cabriolet - Foto 5
    Fiat 500 Cabriolet - Foto 5
  • Fiat 500 Cabriolet - Foto 6
    Fiat 500 Cabriolet - Foto 6
  • Fiat 500 Cabriolet - Foto 7
    Fiat 500 Cabriolet - Foto 7
  • Fiat 500 Cabriolet - Foto 8
    Fiat 500 Cabriolet - Foto 8
  • Fiat 500 Cabriolet - Foto 9
    Fiat 500 Cabriolet - Foto 9
  • Fiat 500 Cabriolet - Foto 10
    Fiat 500 Cabriolet - Foto 10
  • Fiat 500 Cabriolet - Foto 11
    Fiat 500 Cabriolet - Foto 11
  • Fiat 500 Cabriolet - Foto 12
    Fiat 500 Cabriolet - Foto 12
  • Fiat 500 Cabriolet - Foto 13
    Fiat 500 Cabriolet - Foto 13
  • Fiat 500 Cabriolet - Foto 14
    Fiat 500 Cabriolet - Foto 14
  • Fiat 500 Cabriolet - Foto 15
    Fiat 500 Cabriolet - Foto 15
  • Fiat 500 Cabriolet - Foto 16
    Fiat 500 Cabriolet - Foto 16
  • Fiat 500 Cabriolet - Foto 17
    Fiat 500 Cabriolet - Foto 17
  • Fiat 500 Cabriolet - Foto 18
    Fiat 500 Cabriolet - Foto 18
  • Fiat 500 Cabriolet - Foto 19
    Fiat 500 Cabriolet - Foto 19
  • Fiat 500 Cabriolet - Foto 20
    Fiat 500 Cabriolet - Foto 20
  • Fiat 500 Cabriolet - Foto 21
    Fiat 500 Cabriolet - Foto 21

Preços

O 500 Cabriolet terá como base a versão topo de linha vendida atualmente no Brasil, a Lounge Air, que custa a partir de R$ 53.430.

A versão Sport Air, com câmbio automático, fica em média, por R$ 52,8 mil.

Hoje, o modelo do Fiat Cabrio comercializado no Brasil é o 500, uma versão que possui teto rígido, com preços que variam entre R$ 40.770, com motor 1.4 de oito válvulas flex.

Atualmente, o Fiat Cabrio é comercializado com carroceria convencional, em quatro versões de acabamento: Pop, Sport, Lounge e by Gucci. A Pop, versão mais em conta, sai por R$ 31.555.

Fiat 500 Cabriolet Abarth

Sucesso nas redes sociais

E para quem ficou interessado no possante, vale a pena dar uma conferida na página do Fiat 500 no Facebook, que conta com diversas fotos e todos os detalhes do pequeno e diversos vídeos do conversível em ação.

Na site oficial do modelo, o consumidor também pode comparar preços e ver todas as versões do charmoso.

As campanhas de publicidade do Fiat 500 tentam mostrar que apesar de pequeno, ele pode sim ser considerado um carrão.

Na telona, o Fiat 500 esteve representado por importantes celebridades. A última estrela a lançá-lo foi intencionalmente uma mulher, a Jennifer Lopez.

No Brasil, um dos comerciais que fez bastante sucesso contou com os atores Ricardo Macchi e Dustin Hoffman. No VT, dirigido por Fernando Meirelles, a questão do tamanho é mais uma vez reforçada, de forma bastante inteligente.

No vídeo abaixo, toda a equipe da Fiat apresenta detalhes sobre o conceito do modelo.

Para a turminha do barulho, ele também já é um grande conhecido, pois esteve roubando as cenas no cinema, no personagem Luiggi, da animação ‘Carros’. Confira o vídeo: