Alguns lançamentos que chegam ao mercado consumidor acabam sendo feitos por pressões do mercado. As montadoras precisam ficar sempre atentas aos lançamentos para que seus carros não fiquem ultrapassados rapidamente. Mas é claro que estes lançamentos de ultima hora acabam tendo o seu risco dobrado. Este foi o caso de um dos carros que chegaram recentemente no Brasil, o novo Fiat Strada Trekking 1.6 CD. O grande causador deste lançamento de última hora foi o Palio, que teve toda sua família renovada, mas a marca não tinha nos seus planos um modelo reestilizado dos seus carros de modelo Picape, o que fez com que o lançamento da nova Strada fosse apressado.

Fiat Strada Trekking 1.6 CD

É claro que sem tempo de fazer uma nova geração de carros do segmento Picape, mesmo que segundo as análises recentes o mercado realmente esteja pedindo por uma reformulação neste tipo de veículo, as mudanças de design que podem ser encontradas no Fiat Strada Trekking 1.6 CD são poucas, mas elas existem. A montadora optou por fazer uma mistura de elementos da Picape com os da plataforma do novo Palio, mas o desenho do veículo, de um modo geral, ficou bastante agradável.

Sem grandes surpresas

Em termos de mudanças que podem ser encontradas no design externo do veículo podemos ressaltar alguns pontos interessantes, que estão principalmente concentradas na parte da frente do carro, já que o para-choque foi a parte que mais mudou do veículo. O novo visual da parte da frente do carro acaba deixando ele um pouco mais jovem, sem que a montadora tivesse que gastar muito com modificações. Para não gastar muito com este novo projeto, os motoristas que comprarem este novo modelo de Picape poderão encontrar os mesmos faróis do Palio de quarta-geração. O capô deste lançamento também é o mesmo do Palio

Fiat Strada Trekking 1.6 CD

A grade do radiador, que no modelo anterior era retangular com linhas horizontais, agora cedeu lugar a uma espécie de grelha do tipo colméia , que tem um detalhe muito bonito que é um filete cromado que abriga o tradicional logotipo da montadora. Já na parte de trás do carro as mudanças são pequenas, mas também podem ser notadas, como a moldura de plástico sem pintura que contorna o símbolo da Fiat. O design do interior do carro também recebeu algumas atualizações.

Dentre as principais mudanças que podemos ressaltar no design da parte interior do carro, houve uma troca do painel que foi apresentado em 2004. A montadora fez um upgrade em todo o sistema de som, deixando ele ainda mais potente. O computador de bordo do carro também sofreu algumas alterações, mas apenas nos botões que foram substituídos. O painel ainda abriga nichos que, na versão Adventure, incorporam os botões do Locker.

Em termos de motorização, a nova Picape também não apresente muitas novidades, mas houve sim algumas mudanças interessantes que tiveram que ser feitas principalmente por causa de um reposicionamento geral da linha Strada. Ou seja, a montadora preferiu dar mais atenção em uma atualização de motor do que pensar em toda uma nova geração que poderia ser lançada as pressas para o mercado. A partir deste lançamento o carro será lançado com um motor E torQ 1.6 16V, que substitui o 1.4. O trem de força menor equipará exclusivamente a versão Working, que, por sua vez, aposenta a Strada Fire.

  • Fiat Strada Trekking 1.6 CD galeria - Foto 1
    Fiat Strada Trekking 1.6 CD galeria - Foto 1
  • Fiat Strada Trekking 1.6 CD galeria - Foto 2
    Fiat Strada Trekking 1.6 CD galeria - Foto 2
  • Fiat Strada Trekking 1.6 CD galeria - Foto 3
    Fiat Strada Trekking 1.6 CD galeria - Foto 3
  • Fiat Strada Trekking 1.6 CD galeria - Foto 4
    Fiat Strada Trekking 1.6 CD galeria - Foto 4
  • Fiat Strada Trekking 1.6 CD galeria - Foto 5
    Fiat Strada Trekking 1.6 CD galeria - Foto 5
  • Fiat Strada Trekking 1.6 CD galeria - Foto 6
    Fiat Strada Trekking 1.6 CD galeria - Foto 6

Segundo as especificações técnicas do veículo, o carro poderá chegar até 117 cv de potencia quando abastecido com o etanol, e 115 cv quando o carro for abastecido com gasolina.

Uma outra novidade deste novo modelo da Picape é que ele vai ter uma versão lançada no mercado da cabine dupla. Desta forma, as três versões do carro que serão lançadas poderão ganhar cabines diferenciadas. Em termos de preço, a estratégia da montadora é conseguir preencher uma determinada faixa de preços dos 40 000 aos 45 000 reais, fatia de mercado que a marca não atendia. A versão mais simples vai partir de R$ 31.490,00 e chega até R$ 54.060,00.