Alguns consumidores realmente tem toda razão por reclamar das confusões de modelos e anos entre os carros vendidos. Enquanto alguns modelos ainda estão no ano de 2012, outras montadoras já lançam nas concessionárias modelos de 2014. Na verdade estas classificações de ano está relacionada apenas estratégias de marketing, sendo que elas não estão diretamente relacionadas a tecnologia utilizada. A Mercedes-Benz é uma montadora que prefere lançar os seus modelos com um certo adianto em termos de anos. Já pode ser encontrada nas concessionárias nacionais, por exemplo, o Classe E 2014, com pequenas alterações gerais na parte de design do carro, mas pouco de novo na parte interna.

Mercedes-Benz Classe E 2014

Portanto, as grandes novidades que o modelo está trazendo poderá ser vista logo de cara pelos motoristas e consumidores mais atentos e que acompanham a evolução de alguns modelos da montadora. O Classe E nunca foi o modelo da montadora mais vendido aqui no Brasil, mas tem uma saída que acaba justificando a continuidade do lançamento aqui no Brasil. A montadora preferiu, neste lançamento, ser mais conservadora e não fazer grandes modificações no carro para conseguir manter este nível de vendas e, quem sabe, conquistar alguns novos consumidores.

Mudanças no design

O Classe E 2014 que jápode ser encontrado nas concessionárias da Mercedes no Brasil recebeu algumas modificações no design geral do carro. Nada muito agressivo, mas mesmo assim alguns detalhes realmente fizeram diferença no visual de um modo geral do veículo. Um exemplo está na parte da frente do carro que aqui no Brasil acaba sendo classificado como sedã médio-grande: O modelo acabou se despedindo dos faróis ovulados duplos, que caracterizava bem o modelo, trocando por um farol mais retangular que acaba vazando para os lados do veículo, o que deixou o visual frontal do carro muito mais esportivo do que os modelos anteriores. Além do formato, os faróis deste modelo agora são feitos de LE.

Com a mudança do visual dos faróis, que deixou de ocupar um espaço de entre o sistema de iluminação externo e indo mais para a lateral, houve também uma mudança no design geral da grade do carro, deixando ela com mais destaque, o que também acaba ajudando para deixar um visual ainda mais esportivo no carro. Em uma das opções de configurações vendida aqui no Brasil o consumidor poderá escolher pela estrela de três pontas cravada no centro da peça. O para-choque ganhou volume com os vincos, enquanto a traseira tem as mesmas lanternas, mas com nova disposição de luzes. Este conjunto de modificações na parte da frente do carro exemplifica muito bem o objetivo da montadora. Ou seja, o lançamento não é uma mudança de geração e sim uma reestilização de meia-vida, o que permite que o carro ainda permaneça atualizado perante os seus concorrentes.

Interior Classe E

Na parte de trás o carro não mudou quase nada, e no interior do veículo as modificações também foram poucas.

Variedade

Agora, o que realmente deve agradar os consumidores é a grande quantidade de configurações que estão sendo oferecidas deste modelo do Classe E 2014. Os consumidores poderão ter um maior poder de escolha, sem ficar preso a um ou dois tipos oferecidos por grande parte das montadoras em seus lançamentos. O modelo mais barato do automóvel que está sendo oferecido aqui no Brasil é chamado de E200, que traz na sua carroceria um motor de 2.0 de 181 cv. Já no segundo modelo mais barato do lançamento, o E250 a potência total do motor já sobre para os 208 cv.

  • Mercedes-Benz Classe E 2014 - Foto 1
    Mercedes-Benz Classe E 2014 - Foto 1
  • Mercedes-Benz Classe E 2014 - Foto 2
    Mercedes-Benz Classe E 2014 - Foto 2
  • Mercedes-Benz Classe E 2014 - Foto 3
    Mercedes-Benz Classe E 2014 - Foto 3
  • Mercedes-Benz Classe E 2014 - Foto 4
    Mercedes-Benz Classe E 2014 - Foto 4
  • Mercedes-Benz Classe E 2014 - Foto 5
    Mercedes-Benz Classe E 2014 - Foto 5

Dando continuidade aos modelos que estão sendo oferecidos do Classe E 2014, o E350 é equipado com um motor potente de 3.5 V6 que eleva a potência para 302 cv. Já o E400 Hybrid aproveita o mesmo motor, mas com um propulsor elétrico feito para entregar mais 27 cv. Chegando na configuração mais cara do carro, o E550 é movido por um motor 5.5 V8 de 402 cv, e o possante E63 AMG chega em 2013 extraindo 518 cv do motor 5.5 V8 biturbo.

A montadora não confirmou se aqui no Brasil seriam lançados também outras versões que estão disponíveis na Europa, como as movidas a Diesel e alguns pacotes BlueTec que trazem um melhor desempenho para o consumo de combustível do carro.