Hoje o mercado automotivo é dividido, estrategicamente pelas empresas nos seus estudos de marketing, em dois grandes nichos: aquelas pessoas que precisam dirigir por pura necessidade de deslocamento, e aquelas pessoas que possuem o prazer de dirigir. Nos primeiros modelos as montadoras acabam focando no chamado custo X benefício. Ou seja, itens que realmente sejam interessantes e necessários para determinado nicho de mercado para garantir que as pessoas possam ter um preço justo no seu meio de transporte.

No segundo nicho estão as grandes estrelas dos mercado automobilístico, aqueles carros que é necessário um bom planejamento, ou ser rico o suficiente para comprar. São veículos que acabam se preocupando com o prazer que a pessoa vai sentir ao dirigir. Nestes modelos de veículos, praticamente todos os detalhes contam e acabam realmente sendo importantes para o resultado final. Cada peça cromada, ou cada gadget a mais poderá ser a diferença ente o consumidor comprar aquele veículo ou partir para o outro da montadora concorrente. E são estes veículos que geralmente acabam surpreendendo em termos de inovações, que muitas vezes acabam fazendo tanto sucesso que são adaptados para modelos mias convencionais e baratos.

Mercedes C63 AMG Black Series

Um dos mais recentes lançamentos da Mercedes, o C63 AMG Black Series, tranquilamente pode ser encaixado no segundo grupo. O carro realmente não é feito para pessoas que apenas precisam de se deslocar de um ponto a outro, mas ele é feito para pessoas que amam dirigir e que desfrutam cada momento estando no controle de um carro. Além disso, o carro também se mostra extremamente preocupado com o meio ambiente, apresentando um novo sistema mais econômico e menos poluente. Aliás, a Mercedes é uma das montadoras que mais tem focado esforços no lançamento de veículos que sejam ambientalmente sustentáveis.

Mercedes C63 AMG Black Series

Performance no DNA

O processo de fabricação dos automóveis não é muito diferente entre as diversas montadoras existentes no mercado de hoje em dia, mas o que realmente acaba fazendo a diferença é a forma como cada empresa administra seus recursos materiais e humanos em setores como pesquisa e desenvolvimento. Uma das estratégias da Mercedes foi ter criado diversas equipes que são focadas em alguns elementos bem específicos de um carro. No caso do C63 AMG Black Series, o veículo acabou sendo desenvolvido pela chamada equipe de performance da empresa. Portanto, quanto temos performance praticamente no sobrenome do carro, é porque realmente o desempenho do carro é uma prioridade.

O carro foi feito sobre a base do C63 AMG, que usa um 6.2 V8 de 487 cv e 61,2 mkgf de torque. E este carro, por sua vez, também tem um descendente, que é a versão esportiva do Classe C, só que em sua versão mais básica, usando um motor 1.8 turbo de 156 cavalos de potencia. Em poucas palavras, o Black Series é versão anabolizada do (já anabolizado) modelo da AMG. E uma notícia não muito boa para quem já está ficando com água na boa apenas de saber estas primeiras informações sobre o carro: ele está sendo fabricado como uma edição especial, e segundo as informações divulgadas pela montadora, apenas 800 unidades no mundo todo serão vendidas.

Interior - Mercedes C63 AMG Black Series

Design de respeito

Diferente da maioria dos carros do seu segmento que estão sendo lançados com linhas de design mais modernas, o C63 AMG Black Series apresenta um visual extremamente musculoso, dando a impressão que a pessoa está diante de um carro desenvolvido especialmente para disputas de corridas ou algo parecido. É possível encontrar no carro diversas tomadas e extratores de ar em profusão, altura reduzida em relação ao solo e apliques de fibra de carbono em diversos pontos da carroceria. Seu visual não esconde suas (rápidas) intenções. Ele realmente reflete algumas das principais características deste veículo.

Já o design interior do carro também não deixa nada a desejar dos sortudos que conseguirem comprar uma destas 800 unidades espalhadas pelo mundo. É possível encontrar diversos detalhes no interior do carro em fibra de carbono, emblemas da série especial, assentos que envolvem o corpo dos ocupantes e o volante com base chata. Não é um carro que chegue a arrancar suspiros das pessoas mais exigentes. Mas como o carro está realmente focado no desempenho, talvez as pessoas que estejam no interior do veículo não tenham muito tempo de ficar reparando nestes pequenos detalhes.

Galeria de fotos

  • Mercedes C63 AMG Black Series - Foto 1
    Mercedes C63 AMG Black Series - Foto 1
  • Mercedes C63 AMG Black Series - Foto 2
    Mercedes C63 AMG Black Series - Foto 2
  • Mercedes C63 AMG Black Series - Foto 3
    Mercedes C63 AMG Black Series - Foto 3
  • Mercedes C63 AMG Black Series - Foto 4
    Mercedes C63 AMG Black Series - Foto 4
  • Mercedes C63 AMG Black Series - Foto 5
    Mercedes C63 AMG Black Series - Foto 5
  • Mercedes C63 AMG Black Series - Foto 6
    Mercedes C63 AMG Black Series - Foto 6
  • Mercedes C63 AMG Black Series - Foto 7
    Mercedes C63 AMG Black Series - Foto 7
  • Mercedes C63 AMG Black Series - Foto 8
    Mercedes C63 AMG Black Series - Foto 8
  • Mercedes C63 AMG Black Series - Foto 9
    Mercedes C63 AMG Black Series - Foto 9

Desempenho acima de tudo

Algumas pessoas acreditam que os carros europeus são mais sóbrios, mas esta regra não se aplica a este lançamento. O V8 de 6,2 litros foi ajustado para entregar 517 cavalos de potência a 6.800 rpm, 63,2 mkgf de torque a 5.200 rpm, atingindo até 7 250 rpm. Nesse instante, ocorre um corte de giro brutal, avisando o motorista que a próxima marcha do câmbio automático de sete velocidades precisa ser selecionada - injetando uma boa dose de adrenalina na circulação do motorista.

As informações relacionadas ao desempenho do carro dão conta que ele sai da inércia até os 100 Km/h em 4,5 segundo. Pode ser uma marca interessante, mas curiosamente ele fica um pouco atrás de usa versão base. Em compensação, a velocidade máxima deste carro foi aumentada para 300 Km/h. E é claro que a Mercedes também pensou em todo um aparato de freios para contar toda esta velocidade do carro. O veículo oferece enormes sistemas de freios, recursos aerodinâmicos, como extrator de ar (para aumentar a estabilidade em altas velocidades), sem contar com todos os ajustes possíveis do controle eletrônico de estabilidade, que permite com que o modelo se ajuste aos mais variados tipos de motoristas.

O preço desta beleza? 337.800 dólares custaram aqui no Brasil as 12 unidades que vieram para cá, e que já acabaram sendo vendidas.