A Bentley apresentou nesta semana um novo modelo de luxo, batizado de Bacalar. O carro é um conversível configurado para duas pessoas e que será lançado como uma série limitada. Apenas 12 unidades serão produzidas, ao preço de 1,5 milhão de libras para venda de cada, o equivalente a R$ 8,6 milhões.

Bentley lança conversível com produção limitada custando R$ 8,6 milhões

O carro seria lançado oficialmente no Salão de Genebra, mas como o evento foi cancelado em função da propagação do coronavírus, a montadora decidiu fazer o lançamento na sua própria sede. "Eu fiquei muito desapontado por duas razões. Uma é pelo trabalho duro que a equipe teve para fazer acontecer. Eu acho que havíamos criado o melhor estande que já fizemos em salões", disse o diretor-executivo da Bentley, Adrian Hallmark, no vídeo transmitido pela empresa.

Cada uma das unidades do carro será construído à mão, e vai ser personalizado de acordo com o gosto do cliente, que vai poder escolher entre diversas opções de cores e de acabamentos. A Bentley afirma que a única peça em comum com qualquer outro carro da empresa é a maçaneta, a mesma do Continental GT.

  • Bentley lança conversível com produção limitada custando R$ 8,6 milhões - Foto 1
    Bentley lança conversível com produção limitada custando R$ 8,6 milhões - Foto 1
  • Bentley lança conversível com produção limitada custando R$ 8,6 milhões - Foto 2
    Bentley lança conversível com produção limitada custando R$ 8,6 milhões - Foto 2
  • Bentley lança conversível com produção limitada custando R$ 8,6 milhões - Foto 3
    Bentley lança conversível com produção limitada custando R$ 8,6 milhões - Foto 3
  • Bentley lança conversível com produção limitada custando R$ 8,6 milhões - Foto 4
    Bentley lança conversível com produção limitada custando R$ 8,6 milhões - Foto 4
  • Bentley lança conversível com produção limitada custando R$ 8,6 milhões - Foto 5
    Bentley lança conversível com produção limitada custando R$ 8,6 milhões - Foto 5

A cabine do veículo é uma atração à parte, com uma série de materiais nobres, como titânio e bronze e acabamentos com couro Beluga e lã natural. Mas a grande estrela é a madeira utilizada no painel, que foi coletada de árvores que caíram naturalmente e que estavam preservadas há 5 mil anos na Inglaterra.

Em relação ao conjunto mecânico, o carro chega com um motor W12 de 6 litros turbo, que entrega 659 cavalos e 91,8 kgfm. A marca não informou dados de desempenho.