A Bugatti apresentou nesta semana a mais nova versão do seu Chiron, o Pur Sport. O carro, esportivo por natureza, passou por uma série de melhorias e de atualizações com ênfase em um ganho de desempenho em termos de aerodinâmica, além de conseguir ficar ainda mais leve e ter sua potência redistribuída.

Bugatti lança carro que custa R$ 16 milhões

De acordo com as informações que foram divulgadas pela montadora, o carro conta com motor 8.0 W16 quadriturbo, o mesmo que já era utilizado pelas versões anteriores do carro, mas que agora conta com transmissão automatizada de dupla embreagem e 7 marchas. O carro conta com uma potência de 1500 cv. As marchas foram encurtadas em 15%, com o objetivo de melhorar a entrega de potência. O carro chega na velocidade máxima de 490 km/h.

Nós focamos na agilidade do Chiron Pur Sport", explica Frank Heyl, chefe de design externo da Bugatti. "O veículo gera mais downforce no eixo traseiro, enquanto o splitter dianteiro, as entradas de ar e a passagem pelas caixas de rodas foram otimizados, junto com a altura reduzida do veículo, para melhorar o equilíbrio na frente.”

  • Bugatti lança carro que custa R$ 16 milhões - Foto 1
    Bugatti lança carro que custa R$ 16 milhões - Foto 1
  • Bugatti lança carro que custa R$ 16 milhões - Foto 2
    Bugatti lança carro que custa R$ 16 milhões - Foto 2
  • Bugatti lança carro que custa R$ 16 milhões - Foto 3
    Bugatti lança carro que custa R$ 16 milhões - Foto 3
  • Bugatti lança carro que custa R$ 16 milhões - Foto 4
    Bugatti lança carro que custa R$ 16 milhões - Foto 4
  • Bugatti lança carro que custa R$ 16 milhões - Foto 5
    Bugatti lança carro que custa R$ 16 milhões - Foto 5
  • Bugatti lança carro que custa R$ 16 milhões - Foto 6
    Bugatti lança carro que custa R$ 16 milhões - Foto 6
  • Bugatti lança carro que custa R$ 16 milhões - Foto 7
    Bugatti lança carro que custa R$ 16 milhões - Foto 7

Tudo no carro foi redesenhado ou melhorado pensando na performance, inclusive as rodas, que passaram a ter um novo formato para melhorar a ventilação dos freios e a aerodinâmica de uma forma geral. A suspensão também passou por ajustes, com molas 65% mais firmes na frente e 33% na parte de trás. O carro conta ainda com um controle adaptativo dos amortecedores.

Tudo isso, é claro, está disponível por um preço que cabe em poucos bolsos. A montadora vai vender o carro por 3,2 milhões de euros (cerca de R$ 16 milhões). Serão apenas 16 unidades fabricadas, com a produção programada para iniciar no 2º semestre deste ano.