A Honda confirmou o lançamento para o mercado brasileiro do seu novo Accord Híbrido. Por enquanto, a empresa ainda não divulgou a data de inicio das vendas do carro. Este será um dos três modelos prometidos pela montadora dentro da categoria de híbridos para ser vendido no Brasil, sendo que todos eles serão importados.

Honda confirma Accord híbrido para o Brasil

O Accord foi escolhido para estrear a tecnologia e:HEV no Brasil por ser considerado como o mais tecnológico carro sendo comercializado pela marca localmente. Além disso, o Accord também representa o topo do desenvolvimento de sedans da Honda. "Com o Accord híbrido, a Honda pretende proporcionar aos consumidores brasileiros um produto que combina baixo consumo e emissões de poluentes a um comportamento dinâmico superior", explica Issao Mizoguchi, presidente da Honda South America.

A nova tecnologia apresentada pela montadora é composta por um motor 2.0 i-VTEC de quatro cilindros a gasolina, ciclo Atkinson, que funciona tanto para propulsão como para fornecimento de energia elétrica, e dois motores elétricos – um para propulsão e outro para geração, separados.

  • Honda confirma Accord híbrido para o Brasil - Foto 1
    Honda confirma Accord híbrido para o Brasil - Foto 1
  • Honda confirma Accord híbrido para o Brasil - Foto 2
    Honda confirma Accord híbrido para o Brasil - Foto 2
  • Honda confirma Accord híbrido para o Brasil - Foto 3
    Honda confirma Accord híbrido para o Brasil - Foto 3
  • Honda confirma Accord híbrido para o Brasil - Foto 4
    Honda confirma Accord híbrido para o Brasil - Foto 4

Este novo Accord chegará com 2 motores elétricos e mais uma versão a combustão. As potências não combinadas são de 184 cv na gasolina entre 5 mil e 6 mil rpm e 145 cv nos elétricos aos 6200 giros.

O novo Accord também terá um modelo chamado “fun drive”, que promete levar mais “alegria” para quem gosta de dirigir, sem esquecer de manter o bom rendimento. A função promete fazer com que o motorista mantenha a potência do veículo por um tempo sem comprometer o consumo de combustível.