A Mercedes-Benz confirmou que a 2ª geração do GLA vai ser vendida no mercado brasileiro. De acordo com as informações que foram divulgadas pela montadora, o carro, que chega com linha 2021, chegará nas concessionárias ainda em 2020.

O modelo que será vendido por aqui no que vem apresenta uma série de modificações quando comparado com o carro vendido até então. Por fora as alterações foram mais pontuais, mas por dentro as mudanças acabaram se tornando mais significativas, fazendo com que o carro deixasse um pouco para trás sua cara de hatch.

Mercedes-Benz GLA 2021 será lançado no Brasil ano que vem

Em termos de tamanho, o carro mudou bastante, ficando 1,4 centímetro mais curto, agora com 4,410 metros de comprimento. A largura cresceu 3 cm, alcançando os 1,834 m. Está 10,4 cm mais alto, com 1,507 m, e o entre-eixos ganhou 3 cm, chegando aos 2,729 m. O porta-malas cresceu de 421 litros para 435 litros.

Com isso, que acabou ganhando mais espaço são os sortudos dos passageiros que sentam nos bancos de trás, mesmo que o carro tenha perdido um pouco da área para a cabeça. Foi incluído também um sistema que permite ajustar os bancos de trás em até 14 cm. Quando eles ficam com os encostos mais retos, o porta-malas ganha em termos de espaço. Já na parte da frente, o espaço acabou diminuindo um pouco tanto para os motoristas quanto também para os passageiros.

  • Mercedes-Benz GLA 2021 será lançado no Brasil ano que vem - Foto 1
    Mercedes-Benz GLA 2021 será lançado no Brasil ano que vem - Foto 1
  • Mercedes-Benz GLA 2021 será lançado no Brasil ano que vem - Foto 2
    Mercedes-Benz GLA 2021 será lançado no Brasil ano que vem - Foto 2
  • Mercedes-Benz GLA 2021 será lançado no Brasil ano que vem - Foto 3
    Mercedes-Benz GLA 2021 será lançado no Brasil ano que vem - Foto 3
  • Mercedes-Benz GLA 2021 será lançado no Brasil ano que vem - Foto 4
    Mercedes-Benz GLA 2021 será lançado no Brasil ano que vem - Foto 4
  • Mercedes-Benz GLA 2021 será lançado no Brasil ano que vem - Foto 5
    Mercedes-Benz GLA 2021 será lançado no Brasil ano que vem - Foto 5

Ainda não se sabe quais serão as versões do carro que serão vendidas por aqui. Nos Estados Unidos, ele chega com tração dianteira, equipada com o 2.0 turbo que entrega 224 cv e 35,7 kgfm de torque, enviados para as rodas pelo câmbio automático de dupla embreagem e 8 marchas. Esta configuração permite que o SUV chegue aos 100 km/h em cerca de 8,7 segundos, com velocidade máxima de 209 km/h.

Na Europa, o modelo conta com uma versão de entrada com motor 1.3 turbo de 3 cilindros, com 163 cv e 25,5 kgfm, quando são oferecidos o câmbio de dupla embreagem e 7 marchas. Além disso, o velho continente também terá uma versão com motor .0 turbo de 306 cv e 40,8 kgfm. Ele trabalha exclusivamente com a transmissão de dupla embreagem e 8 marchas, mandando a força para as quatro rodas pelo sistema 4Matic. Chega a 100 km/h em cerca de 5 segundos e tem velocidade máxima limitada eletronicamente em 250 km/h.

Ainda não se sabe a data certa da chegada do modelo por aqui, mas tudo indica que fique apenas para o último trimestre de 2020.