Ele foi debutante no salão de Genebra, na Suíça, em março de 2012 e também vai ser apreciado no Brasil, no Salão do Automóvel de São Paulo. Estamos falando do Hatchback Kia Cee'd 2013.

A montadora coreana tem valorizado bastante esse modelo porque ele representa um novo marco na corrida com outros concorrentes da linha premium. E, principalmente, porque ele já garantiu as cinco estrelas nos testes de colisão da Euro NCAP.

Peter Schreyer é o mentor e desenvolvedor das linhas de design do Hatchback e de outros Kia's.

Com o primo i30

A produção está sendo realizada na Eslováquia para fazer frente aos hatches médios, como o novo Hyundai i30. E, claro, de forma inteligente, a Kia apostou na mesma plataforma do i30, produzido pela coirmã Hyundai.

A diferença é que, como a Kia tem um que de mais esportivo, foram acrescentadas molas mais rígidas e amortecedores mais duros à frente e mais suaves atrás.

Novo Kia Cee'd

De acordo com a montadora, a nova versão alia a pegada esportiva típica de um coupê, mas inova com a confortabilidade de um compacto de cinco portas.

Ele se junta ao time da Kia, com outros cinco grandes “atletas”: o Rio, o Venga, o Soul, o Sportage e o Sorento.

Para alguns críticos do mercado automotivo, a semelhança com o “primo” i30 não fica apenas na aparência. Ela também está presente na transmissão e em outras 50% das peças do seu primo coreano serão da mesma linhagem.

Nos sites automotivos internacionais, comenta-se que o novo Cee'd dividirá o mesmo motor do novo Hyundai Veloster Turbo. Isso pode ser possível porque a Kia e a Hyundai fazem parte do mesmo grupo. Se a especulação tornar-se realidade, os donos do Cee'd poderão contar com um motor 1.6 turbo e 201 cv.

Detalhes

Um carro que apostou em luzes de circulação diurna, acabamento cromado, emblema, grade dianteira e traseira. A cabine segue uma orientação mais próxima para motorista e materiais de melhor qualidade são alguns dos diferenciais do Cee'd.

Frente Kia Ceed

Detalhes cromados na grade frontal em formato colméia. Com 4,31 metros de comprimento, 1,78 m de largura, 1,47 m de altura e 2,65 m de entre-eixos, o Kia Cee'd garante conforto e sensação de liberdade. O porta-malas comporta 380 litros.

Na mecânica, são disponibilizadas cinco opções:

  • 1.4 CRDI de 90 cv e 22,4 kgfm (Diesel, impossível de ser usada no Brasil)
  • 1.6 CRDI de 110 cv e 26,5 kgfm (Diesel, impossível de ser usada no Brasil)
  • 1.6 CRDI de 128 cv e 26,5 kgfm (Diesel, impossível de ser usada no Brasil)
  • 1.4 de 100 cv e 14 kgfm (Gasolina, mas um pouco distante da realidade brasileira)
  • 1.6 GDI, com injeção direta, que entrega 135 cv e 17 kgfm. Com ele, o hatch chega a 195 km/h.

Nesta última opção, o motorista sente-se muito mais satisfeito com os resultados, pois a resposta é imediata. Além disso, na redução de marcha (são seis) consegue-se rapidez no kickdown e, para a alegria de muitos, menos consumo de gasolina.

Quem já testou, aponta que o motor GDI consegue respirar melhor quando está acima de 2500 rpm. Se passar e chegar a até 4500 rpm é quase um êxtase total.

Traseira Kia Ceed

O propulsor permite bons resultados quando o câmbio é posicionado no modo sequencial. O condutor pode observar que o comando ocorre por alavanca ou borboletas no volante.

Mas, atenção! Mesmo que esteja no modo automático, qualquer deslize brusco do pé direito pode resultada em uma rápida aceleração.

Se você optar pela direção elétrica, vai observar o Flexsteer que gera variação no peso do volante.

Ele também possui o mesmo mecanismo do i30. Quando o motorista aperta um botão na coluna, abre-se um leque de opções com o Comfort, Normal ou Sport. São respostas mais leves ou pesadas.

Alguns equipamentos e detalhes acessórios comprovam o interesse da Kia em competir com os carros de luxo da Europa, que também começam a fazer sucesso no Brasil. Vamos a eles:

  • Aviso de mudança involuntária de faixa
  • Auxílio de estacionamento Park Assist
  • Faróis de xenônio
  • Assentos aquecidos
  • Uma chave-sensor que permite a abertura das portas e partida do motor
  • Bancos em couro
  • Rodas de até 18 polegadas
  • Sistema de som de alta fidelidade
  • Câmera para manobras em marcha-à-ré
  • Freio de estacionamento elétrico
  • Uma considerável distância entre-eixos (com 2,65 metros)
  • Suspensão traseira multilink

Para quem fica de frente com o Cee'd, o poder de “ascensão” na cintura do veículo realmente chama a atenção.
Uma grade identifica a marca. O desenho, de forma geral, causa um impacto visual.

Interior Kia Ceed

Mas, vamos para o momento da condução do veículo. A orientação do painel é bastante interessante, pois favorece e direciona para quem está ao volante.

Há um mecanismo de ajuste para a coluna tanto em altura quanto em profundidade. Quem prefere já se conectar, existem duas opções: a conexão para iPod e USB e computador de bordo.

Nos bancos traseiros, um considerável ângulo de abertura e um túnel central no piso tornam o espaço bem confortável. Em alguns modelos podem ser observadas saídas de ventilação próprias.

Galeria de fotos

  • Novo Kia Cee'd - Foto 1
    Novo Kia Cee'd - Foto 1
  • Novo Kia Cee'd - Foto 2
    Novo Kia Cee'd - Foto 2
  • Novo Kia Cee'd - Foto 3
    Novo Kia Cee'd - Foto 3
  • Novo Kia Cee'd - Foto 4
    Novo Kia Cee'd - Foto 4
  • Novo Kia Cee'd - Foto 5
    Novo Kia Cee'd - Foto 5
  • Novo Kia Cee'd - Foto 6
    Novo Kia Cee'd - Foto 6
  • Novo Kia Cee'd - Foto 7
    Novo Kia Cee'd - Foto 7
  • Novo Kia Cee'd - Foto 8
    Novo Kia Cee'd - Foto 8
  • Novo Kia Cee'd - Foto 9
    Novo Kia Cee'd - Foto 9
  • Novo Kia Cee'd - Foto 10
    Novo Kia Cee'd - Foto 10

Destaque na Europa

Um dos destaques do modelo da Kia foi bastante explorado nos últimos dias: o fato dele ter sido premiado com cinco estrelas – a nota máxima – no ranking de segurança em acidentes pela organização de segurança líder da Europa, a EuroNCAP.

Quando o assunto é a proteção de ocupantes adultos garantiu 89%. Para crianças, 88% de aproveitamento. Em termos de equipamentos de segurança, 86% de sucesso. O teste foi bem avaliado especialmente por conta do público infantil.

A montadora coreana tem buscado se diferenciar das demais e avançar nesse item. A prova dessa intenção é que a inclusão do Controle Eletrônico de Estabilidade em toda a gama do novo Cee’d na Europa foi efetivada antes mesmo de se tornar um critério obrigatório no teste.

Os graus de dificuldade nesses testes europeus estão sendo intensificados nos últimos cinco anos, com o estabelecimento de parâmetros mais rígidos. Conseguir uma nota máxima nem sempre é fácil.