Chevrolet BlazerA Chevrolet é uma marca norte americana pertencente a General Motors, devido a grande qualidade em seus veículos a marca esteve sempre a frente dentro do mercado nacional, apresentando modelos que marcaram época e que até hoje são lembrados pelos consumidores brasileiros. Durante o desenvolvimento do mercado brasileiro, a Chevrolet também procurou se desenvolver, pensando sempre em oferecer produtos de qualidade, acompanhando também a concorrência, sendo que um dos fatores que sempre chamaram a atenção dos consumidores brasileiros foi a resistência mecânica dos modelos da Chevrolet, oferecendo um bom custo benefício e muita resistência, tanto em curto quanto em longo prazo.

Como dito acima, alguns modelos lançados pela Chevrolet marcaram época, sem contar que a marca sempre lançou picapes de alta qualidade, sendo esse o caso da S10, picape que ficou bastante conhecida no final dos anos 80 e que até hoje é vendida dentro do mercado nacional. Outra picape que marcou o mercado nacional foi a Blazer, criada com a finalidade de oferecer um produto diferenciado, seguindo a mesma linha apresentada pela S10, sendo apenas um segmento fechado, que além de aliar o conforto oferecido pela S10, também oferecia a oportunidade de aumentar o espaço de bagagem, sem abrir mão da estabilidade, algo que é bastante comum de perceber em picapes abertas, que acabam perdendo a aderência na parte traseira, justamente por ser mais maneira.

A Chevrolet Blazer começou a ser apresentada no mercado nacional durante o ano de 1995, nessa primeira versão o modelo contava com um motor que rendia 106 cavalos de potência, porém também foram lançados algumas versões com motor menos potente, como no caso da motorização que rendia apenas 95 cavalos de potência. Mas também foram lançados motores que preenchiam as necessidades impostas pelos consumidores mais exigentes, como no caso da versão de 180 cavalos de potência, lembrando que todas essas opções de motorização foram apresentadas somente durante o ano de 2005, sendo um grande investimento feito pela marca logo no primeiro ano de vendas da Chevrolet Blazer.

Chevrolet Blazer

Durante o seu primeiro ano de atuação, uma das principais preocupações da marca era com sua mecânica, até mesmo porque os equipamentos eram derivados da S10, por isso os consumidores já estavam cientes do que iria adquirir, porém essa falta de originalidade pode ser um dos fatores que fizeram diminuir o número de vendas do modelo. Porém em relação aos equipamentos os consumidores não podem reclamar, pois era considerado o utilitário esportivo que mais contava com equipamentos e devido a sua grande potência e espaço interno, também foi muito utilizado por órgãos públicos e principalmente pela policia.

Linha do Tempo

Como dito acima a Chevrolet Blazer foi lançada no ano de 1995, sendo totalmente derivada da S10, sendo que suas linhas dianteiras e laterais já entregavam a verdadeira plataforma da Blazer. No ano de 1996 a empresa já estava investindo um pouco mais no utilitário, oferecendo mais algumas opções de motorização, melhorando a qualidade principalmente para os consumidores mais exigentes. Em 1997 é lançado a versão mais completa da Blazer até aquele momento, sendo possível encontrar uma versão com bancos em couro, itens externos na cor dourada e também uma motorização de 4.6 litros V6.

Chevrolet Blazer

No ano de 1998 a empresa apresenta mais uma inovação aos consumidores brasileiros em relação a Chevrolet Blazer, essa inovação era a tração 4x4 que agora já estava sendo oferecida, seu valor de custo era um pouco maior, mas para os consumidores que utilizavam o utilitário em terrenos ruins, compensava o investimento. Em 1999 não houve praticamente nenhum tipo de modificação, ficando concentrando apenas em pequenos detalhes, assim como também aconteceu com a S10 naquele mesmo ano, onde a picape também recebeu modificações se concentrando em apenas pequenos detalhes.

No ano 2000, parecia que as modificações ficariam somente na motorização, porém durante o desenrolar do ano a marca anunciou que iria fazer uma grande mudança na linha Blazer. Por esse motivo a marca também começou a reavaliar a estratégia de vendas da Blazer dentro do mercado nacional, procurando novas formas de vendas e também procurando novas estratégias referente a motorização, procurando uma nova mecânica que atendesse os consumidores brasileiros com maior qualidade, aliando potência e bom custo benefício, algo que algumas das opções de motorização não oferecia aos brasileiros. Já em 2001 uma das principais novidades era a opção de câmbio automático, sendo uma novidade que ainda não tinha sido oferecido para a Blazer.

Chevrolet TrailBlazer

No ano de 2002 é apresentado uma nova versão, já no ano de 2003 é apresentado uma nova estética, visando dessa forma manter o fluxo de vendas dentro do mercado nacional. Entre 2004 a 2008 o utilitário acabou não recebendo grandes modificações, o que também diminuiu o fluxo de vendas, pois os consumidores estavam acostumados com várias novidades lançadas pela Chevrolet e durante os anos citados a Blazer praticamente se estagnou, sendo modificado somente alguns detalhes em sua aparência ou em sua mecânica.

Em 2012 a Chevrolet lançou a TrailBlazer, modelo que foi totalmente reformulado. Confira a análise da TrailBlazer.

Mercado Nacional

Durante o ano de 2009 a empresa novamente reavaliou a estratégia de vendas da Blazer dentro do mercado nacional, resolveu tirar versões de alto custo, literalmente diminuindo o valor do utilitário, visando dessa forma não bater de frente com o Chevrolet Captiva, que na época vinha com uma identidade visual totalmente diferente e com folego para encarar a concorrência. Essa estratégia foi mantida durante o ano de 2010, porém a Blazer já não conseguia manter um bom fluxo de vendas, estando bem abaixo do que a marca já estava acostumada.

O resultado dessa queda nas vendas foi a descontinuação do modelo no ano de 2011, porém ainda ficou algumas unidades já produzidas que foram finalizadas durante a primeira parte do ano de 2012. A informações já confirmadas que a Blazer voltará a ser vendida dentro do mercado nacional, irá seguir praticamente a mesma estratégia da Blazer descontinuada, mantendo a mesma plataforma da S10 e também compartilhando sua identidade visual, porém a marca não pretende investir tanto em equipamentos, visando dessa forma oferecer um melhor custo benefício.