O ano de 2012 seguiu a tendência dos últimos anos no Brasil com uma verdadeira enxurrada de lançamentos chegando ao País, com a promessa de muitos outros chegando em 2013. Mas por outro lado também tivemos muito carro que estão se despedindo do público. Os motivos sempre são diversos: seja pela baixa saída, seja pela chegada de um outro modelo que passa a substituir o antigo em termos de tecnologia, ou seja por pura estratégia de marketing. O fato é que, assim como foi um ano de boas-vindas, também foi um ano de despedidas.

Hora de dizer adeus

Vamos dar uma repassada naqueles carros que foram descontinuados em 2012:

Meriva e Zafira – Chevrolet/GM

A dupla acabou tendo o seu fim decretado pela Chevrolet com o lançamento de apenas um carro que conseguiu fazer a substituição. Com o lançamento da Spin, que chegou ao mercado nacional em Junho deste ano em duas versões (LT e LTZ) que apresentavam configurações com cinco e também com sete lugares no primeiro modelo e com três fileiras de bancos no segundo modelo, a Spin foi desenvolvida pensando justamente nesta versatilidade que o carro poderia trazer para as famílias, que são as verdadeiras consumidoras deste tipo de veículo.

Zafira

Mas o lançamento da Spin, como consequência, acabou gerando a descontinuação dos outros dois veículos. A Meriva estava no mercado desde o ano de 2002 enquanto que a Zafira estava no mercado desde 2001. A substituição destes dois modelos acabou gerando algumas reclamações de parte dos consumidores. Isso porque a Spin LTZ, feita para ficar no lugar da Zafira, não tinha diversos recursos que a sua antecessora oferecia aos consumidores.

Corsa – Chevrolet/GM

Outro modelo que deu adeus aos consumidores brasileiros foi o Corsa da GM. O modelo que atualmente circula ainda pelas ruas de diversos estados estreou em 2002, e foi um grande sucesso de vendas. Logo no seu lançamento grande parte dos consumidores ficaram atraídos pelo seu visual diferenciado, principalmente no modelo Hatch, que apresentava algumas características que o diferenciava de outros modelos do mesmo segmento, como lanternas na parte superior que acompanhava o desenho do vidro.
Mas o Corsa acabou perdendo o seu encanto na medida do tempo, e consequentemente também viu suas vendas despencarem.

Por isso, na medida que o Corsa ia despencando nos gráfico de venda da montadora, a GM já preparava o seu substituto, que chegou com o lançamento do Onix. O hatch moderno, com direto a até sistema de som com tela sensível ao toque, substituiu o Corsa e em breve substituirá o Celta, e já ocupa o top 10 dos carros mais vendidos por aqui.

Prisma – Chevrolet/GM

Outro modelo que também está dando adeus por aqui é o Prisma, lançado originalmente no ano de 2006. Mas este fim é parcial na verdade, já  que o Prisma original vai deixar de ser fabricado para dar lugar um novo Prisma, que vai ser fruto do novo Onix. Este lançamento não vai substituir apenas o Prims baseado no Corsa, mas também vai substituir o Corsa Sedan.

Omega Fittipaldi - Chevrolet/GM

O modelo teve vida bem curta aqui no Brasil. O carro foi lançado no ano de 2010. Na época o veículo realmente foi lançado com um grande estardalhaço pelos barulhos, principalmente por levar o nome de um dos maiores corredores brasileiros de todos os tempos. Mesmo assim, parece que o carro não conseguiu emplacar em termos de vendas por aqui. O modelo teve apenas 600 unidades importadas ao País desde seu lançamento, com preço de R$ 161 mil em seus últimos meses de venda.

F-250 – Ford

O ano da Ford foi de muitos lançamentos aqui no Brasil e com poucas descontinuações. Na verdade, oficialmente o único modelo que teve sua fabricação realmente paralisada esse ano foi o F-250, que teve sua produção interrompida no mês de fevereiro. O objetivo desta descontinuação, de acordo com justificativa que foi dada pela própria Ford, foi abrir mais espaço no mercado para os modelos mais caros da Ranger, carro que se tornou o substituto natural do grande F-250. Além disso, a montadora também não andava muito contente com o desempenho do carro em termos de vendas. A média de vendas do veículo aqui no Brasil ficou apenas em 200 unidades vendidas por mês.

Parati – VW

A Volkswagen preferiu não emitir uma nota oficial marcando o final da Parati aqui no Brasil, mas o modelo saiu de linha no segundo semestre de 2012. O fato que marcou a saída deste carro de linha foi a chegada da chamada irmã maior SpaceFox. A Parati também estava apresentando um desempenho pífio se comparado a outros carros da mesma categoria. Este ano, por exemplo, ele vendeu apenas 3500 unidades no Brasil.

Grand Tour – Renault

Este foi um modelo que parece ter sido descontinuado sem um motivo aparente. A perua que chegou para substituir a versão sedã do Mégane aqui no Brasil, e sobrevivia com números bem satisfatório nas vendas de um modo geral. O veículo chegou até mesmo a ganhar uma segunda geração lançada na Europa, mas acabou saindo de linha aqui no Brasil, sem ao menos ganhar um veículo que substitua diretamente o modelo.

Xsara Picasso – Citroën

Outro modelo familiar que fazia um sucesso bastante razoável no Brasil deixou de ser oferecida por aqui desde o mês de março deste ano. Apesar de ser um modelo bastante conhecido do grande público, o carro teve suas vendas muito prejudicadas depois do lançamento do C3 Picasso.

Outros modelos

307 – Peugeot
C30 – Volvo
612 Scagiletti - Ferrari