• Fiat Strada 2014 - Foto 1
    Fiat Strada 2014 - Foto 1
  • Fiat Strada 2014 - Foto 2
    Fiat Strada 2014 - Foto 2
  • Fiat Strada 2014 - Foto 3
    Fiat Strada 2014 - Foto 3
  • Fiat Strada 2014 - Foto 4
    Fiat Strada 2014 - Foto 4
  • Fiat Strada 2014 - Foto 5
    Fiat Strada 2014 - Foto 5
  • Fiat Strada 2014 - Foto 6
    Fiat Strada 2014 - Foto 6

Líder entre as picapes compactas há 13 anos e atualmente com mais de metade das vendas do segmento, a Fiat poderia estar acomodada com o sucesso da Strada. Mas não é o que acontece. Afinal, uma das características que embala a performance de vendas do utilitário compacto desde que foi lançado é a inovação. Mostrada em 1998, a Strada atingiu a liderança justamente quando apresentou uma importante novidade no segmento – a versão Cabine Estendida. Em 2010, a novidade foi a criação da versão Cabine Dupla – ainda é a única picape compacta com essa configuração. Antes que a concorrência tivesse tempo de responder, a Fiat apresenta mais uma novidade na linha 2014 da picape. Agora, a versão Cabine Dupla traz uma terceira porta, no lado direito, para facilitar o acesso aos bancos traseiros. A Strada é a única picape compacta do mundo a ter uma porta voltada para os passageiros do banco traseiro. Além disso, um "facelift" modernizou o visual de toda a linha, composta por seis versões: três Working – com cabines curta, estendida e dupla – com motorização 1.4 Flex, uma Trekking – com cabine dupla –  com propulsor E-torQ 1.6 16V Flex e duas Adventure – com cabines estendida e dupla , ambas com motor E-torQ 1.8 16V Flex. Provavelmente tal versatilidade é determinante na folgada liderança da Strada no segmento.

A terceira porta acarretou um intenso trabalho da engenharia da marca. Segundo a Fiat, como não há coluna central do lado direito, todos os cálculos foram feitos no sentido de manter a integridade dos passageiros e de proporcionar uma maior rigidez torcional do conjunto. Além do acesso extra na versão Cabine Dupla, surgiram outras mudanças na Strada 2014. A linha de cintura está mais alta e a caçamba está 8 cm mais elevada, o que aumentou o volume de carga em todas as versões – a cabine simples leva até 120 litros a mais que antes. As lanternas foram reestilizadas, ganharam volume e estão em posição mais elevada, invadindo a lateral. As laterais e os vidros também receberam novo desenho. Caixas de roda e porta da caçamba foram repaginadas em todas as versões, sempre buscando um efeito estético mais moderno e robusto.

Por dentro, a Strada ganhou novo volante nas versões Trekking e Adventure e pomo do câmbio e manopla freio de mão na cor preta. As versões com Cabine Dupla também ganharam quatro novos porta-objetos e a versão Adventure recebeu quadro de instrumentos com nova grafia. A Adventure equipada com câmbio Dualogic Plus pode vir com volante multifuncional forrado em couro, com a opção de mudanças de marchas por meio de borboletas. A versão "top" também vem de série com rodas de liga leve de 16 polegadas. Airbags frontais e freios com ABS agora são de série em todas as versões. O diferencial blocante Locker – que tem a função de dividir e distribuir igualmente o torque entre as rodas motrizes – já disponível na linha Adventure, agora pode equipar também a versão Trekking. Segundo a Fiat, ele permite que o usuário consiga superar trajetos e obstáculos que as picapes pequenas não conseguem.

Sob o capô, três motorizações já conhecidas. A Working vem equipada com o motor Fire 1.4 Flex, com potência de 86 cv e torque de 12,5 kgfm, sempre com etanol no tanque. Os modelos Trekking vem com motor E-torQ 1.6 16V Flexm que rendem 117 cv e 16,8 kgfm. Para a Adventure, a motorização mais potente: a E-torQ 1.8 16V com potência 132 cv e torque de 18,9 kgfm. Os preços da Strada subiram entre R$ 700 e R$ 2.000, dependendo da versão. Começam em R$ 33.750 para a Working 1.4 com cabine simples e seguem até os R$ 54.360 para a Adventure Cabine Dupla.

Outra inovação interessante da linha 2014 da Strada é o oferta dos acessórios da Mopar. "Emprestada" pela Chrysler, recentemente incorporada pelo Grupo Fiat, a Mopar apresenta uma linha interessante de acessórios. Um deles é um extensor de caçamba permite até levar motocicletas na traseira da picape compacta – que passa a circular com a tampa de trás abaixada. E o acessório ainda funciona também como um divisor do espaço, ou ainda como rampa de acesso para motos à caçamba. Uma sofisticada central multimídia – que inclui Tv digital, DVD player, MP3 player, Bluetooth, porta USB, leitor SD, compatibilidade com iPod e iPhone, câmera de ré e navegador GPS –, capota marítima, protetores de soleiras são aluns dos outros adereços compõem a linha Mopar para a picape compacta da Fiat.

Fiat Strada 2014

Veja galeria com mais de 50 fotos da Fiat Strada 2014

Primeiras impressões

Entrada facilitada

Ilha de Comandatuba/BA – A versão da Strada 2014 avaliada foi a "top" Adventure Cabine Dupla – a que tem tudo que a linha de picapes da Fiat pode oferecer. Seu preço é R$ 54.360. O valor inclui a grande novidade do modelo – que será intensamente explorada nas campanhas publicitárias –, a terceira porta do lado direito na versão Cabine Dupla. Efetivamente, a novidade facilita de forma considerável o acesso aos bancos traseiros. Como a maçaneta da porta traseira fica na parte interna do vão, torna-se impossível abrí-la sem que a porta do lado do carona esteja aberta – até por questão de segurança. O acionamento da maçaneta é fácil, tanto do lado de dentro, quanto do lado de fora. Com as duas portas do lado direito bem abertas – não há coluna central desse lado –, dá para se ajeitar numa boa nos bancos traseiros antes de fechar as portas e seguir viagem. Lá atrás, o espaço continua restrito. Pessoas acima de 1,75 m ou mais robustas tendem a se sentir uma tanto oprimidas ali, principalmente em viagens mais longas.  Mas os contorcionismos que eram exigidos de quem tentava ocupar os bancos de trás da Strada Cabine Dupla anterior felizmente são coisa do passado. Ponto para a engenharia e para o marketing da Fiat.

Fora o triplo acesso, outra novidade interessante na Strada Cabine Dupla Adventure é o aperfeiçoamento do câmbio automatizado Dualogic Plus. As marchas agora são passadas de modo mais suave e permite acelerações mais progressivas, com menos trancos. Eventualmente, nas manobras de estacionamento, o câmbio ainda rejeita algumas trocas mais afobadas, como passar da posição Drive diretamente para a ré, sem pisar no freio. Um aviso aparece no paindel para recomendar que a mudança seja efetuada da forma correta – algo que pode ser irritante, principalmente se o motorista está apressado. Já com o carro em movimento, no asfalto, o motor 1.8 desloca a pequena picape picape com desembaraço e permite retomadas vigorosas. O que torna as eventuais ultrapassagens bem mais tranquilas.

Fora das estradas principais, na absurda buraqueira das estradinhas vicinais baianas, a suspensão elevada da versão Adventure ajuda bastante. E o diferencial autoblocante Locker, presente na versão aventureira, também dá sua colaboração na hora de transpor pequenos atoleiros. Os pneus de uso misto, é claro, fazem a sua parte. O baixo peso e o entreeixos curto da Strada se mostram favorávelis em algumas situações de off-road leve. Dá até para acelerar e se divertir um pouco nas trilhas.

Interior da Fiat Strada 2014

Veja galeria com mais de 50 fotos da Fiat Strada 2014

Ficha técnica

Fiat Strada Working

MotorA gasolina e etanol, dianteiro, transversal, 1.368 cm³, quatro cilindros em linha, duas válvulas por cilindro, comando simples de válvulas no cabeçote. Injeção multiponto sequencial e acelerador eletrônico
TransmissãoCâmbio manual com cinco marchas à frente e uma a ré. Tração dianteira. 
Potência máxima85 cv 86 cv a 5.750 rpm a gasolina e etanol
Aceleração de 0 a 100 km/h12,5 segundos
Velocidade máxima164 km/h
Torque máximo12,4 e 12,5 kgfm a 3.500 rpm
Diâmetro e curso 72,0 mm X 84,0 mm. Taxa de compressão: 10,3:1
SuspensãoDianteira do tipo McPherson com rodas independentes, com braços oscilantes inferiores e barra estabilizadora. Traseira com rodas independentes, eixo de torção e barra estabilizadora
Pneus175/65 R14
FreiosDiscos ventilados na frente e tambor atrás
Carroceria (cabine dupla)Picape em monobloco com duas portas e dois lugares (três portas e quatro lugares). Com 4,43 metros de comprimento, 1,66 m de largura, 1,58 m de altura e 2,71 m de distância entre-eixos. 
Tanque de combustível58 litros
ProduçãoBetim, Minas Gerais
Itens de sérieBarras longitudinais no teto, computador de bordo, conta-giros, protetor de caçamba, freios ABS, airbag duplo, brake-light, direção hidráulica, faróis de neblina, pneus de uso misto, vidros dianteiros e travas elétricas e volante com regulagem de altura

Fiat Strada Trekking

MotorA gasolina e etanol, dianteiro, transversal, 1.598 cm³, quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro, comando simples de válvulas no cabeçote. Injeção multiponto sequencial e acelerador eletrônico
TransmissãoCâmbio manual com cinco marchas à frente e uma a ré. Tração dianteira. 
Potência máxima115 e 117 cv a 5.500 rpm com gasolina e etanol
Aceleração de 0 a 100 km/h9,7 segundos
Velocidade máxima178 km/h
Torque máximo16,2 e 16,8 kgfm a 4.500 rpm com gasolina e etanol
Diâmetro e curso 77,0 mm X 85,8 mm. Taxa de compressão: 10,5:1
SuspensãoDianteira do tipo McPherson com rodas independentes, com braços oscilantes inferiores e barra estabilizadora. Traseira com eixo rígido, com molas helicoidais
Pneus175/70 R14
FreiosDiscos ventilados na frente e tambor atrás. Oferece ABS de série
CarroceriaPicape em monobloco com três portas e quatro lugares. Com 4,44 metros de comprimento, 1,66 m de largura, 1,58 m de altura  e 2,71 m de distância entre-eixos. 
Peso1.216 kg com 650 kg de capacidade de carga
Capacidade da caçamba680 litros
Tanque de combustível58 litros
ProduçãoBetim, Minas Gerais
Itens de sérieBarras longitudinais no teto, computador de bordo, conta-giros, protetor de caçamba, freios ABS, airbag duplo, brake-light, direção hidráulica, faróis de neblina, pneus de uso misto, vidros dianteiros e travas elétricas e volante com regulagem de altura
PreçoR$ 48.360

Fiat Strada Adventure

MotorA gasolina e etanol, dianteiro, transversal, 1.747 cm³, com quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro e comando simples no cabeçote. Acelerador eletrônico e injeção eletrônica multiponto sequencial
TransmissãoCâmbio manual ou automatizado de cinco marchas à frente e uma a ré. Tração dianteira com bloqueio do diferencial com acionamento elétrico. Não oferece controle eletrônico de tração
Potência máxima130 cv com gasolina e 132 cv com etanol a 5.250 rpm
Aceleração de 0 a 100 km/h10,6  e 10,3 segundos com gasolina e etanol
Velocidade máxima178 e 179 km/h com gasolina e etanol
Torque máximo18,4 kgfm com gasolina e 18,9 kgfm com etanol a 4.500 rpm
Diâmetro e curso  80,5 mm X 85,8 mm. Taxa de compressão: 11,2:1
SuspensãoDianteira do tipo McPherson com rodas independentes, com braços oscilantes inferiores e barra estabilizadora. Traseira com eixo rígido, com molas parabólicas longitudinais
Pneus205/70 R15
FreiosDiscos ventilados na frente e tambor atrás. Oferece ABS de série
Carroceria (cabine dupla)Picape em monobloco com duas portas e dois lugares (três portas e quatro lugares). Com 4,47 metros de comprimento, 1,74 m de largura, 1,64 m de altura e 2,75 m de distância entre-eixos. 
Peso (cabine dupla)1.201 kg com 685 kg de capacidade de carga (1.253 kg com 650 kg de capacidade de carga)
Capacidade da caçamba (cabine dupla)910 litros (680 litros)
Tanque de combustível58 litros
ProduçãoBetim, Minas Gerais
Itens de sérieAr-condicionado, bancos com detalhes da versão, bússola e inclinômetro, computador de bordo, direção hidráulica, faróis de neblina, airbag duplo e ABS com EBD, rodas de liga leve de 15 polegadas, suspensão elevada, trio elétrico e volante com regulagem de altura
Preço (cabine dupla)R$ 49.480 (R$ 54.360)

Autor: Luiz Humberto Monteiro Pereira (Auto Press)
Fotos: Luiz Humberto Monteiro Pereira/Carta Z Notícias