• Land Rover Range Rover Evoque - Foto 1
    Land Rover Range Rover Evoque - Foto 1
  • Land Rover Range Rover Evoque - Foto 2
    Land Rover Range Rover Evoque - Foto 2
  • Land Rover Range Rover Evoque - Foto 3
    Land Rover Range Rover Evoque - Foto 3
  • Land Rover Range Rover Evoque - Foto 4
    Land Rover Range Rover Evoque - Foto 4
  • Land Rover Range Rover Evoque - Foto 5
    Land Rover Range Rover Evoque - Foto 5

Três, quatro anos depois de um lançamento, as marcas costumam promover alterações nos seus carros. Em geral é alguma bobagem: um farol mais espichado, uma lanterna maior ou a placa que sobe do para-choque para o meio da tampa traseira. Nada realmente muito contundente. O objetivo da mudança de meia-vida é reanimar as vendas e dar a impressão que o carro foi modernizado sem investir muito. O Range Rover Evoque, porém, fugiu completamente desta lógica. O modelo foi lançado há pouco mais de 2 anos e meio e não precisava de qualquer estímulo de venda. O utilitário esportivo emplaca tudo que sai da linha de Halewood, no Reino Unido – até agora, algo como 300 mil unidades. Além disso, o design não revelou qualquer sinal de envelhecimento. No entanto, o SUV britânico atua no segmento de luxo e para se firmar aí é preciso mostrar serviço. Por isso, a marca injetou no menor dos Range Rover tudo o que oferecem os modelos Sport e Vogue, maiores e mais caros. E para arrematar, ainda estreia nele um inédito câmbio de 9 marchas, capaz explorar melhor que o motor 2.0 turbo de 240 cv pode desenvolver. No Evoque 2014, que desembarcou neste pós-Carnaval no Brasil, somente um detalhe externo denuncia a mudança de fase: os espelhos retrovisores, que ficaram um pouco menores e trocaram os repetidores de seta por filetes de leds, invisíveis quando estão apagados.

As alterações na arquitetura eletrônica implementadas no Evoque são ligadas a recursos de segurança e a melhoramentos da capacidade off-road – apesar de sua inequívoca vocação para o asfalto. Entre os novos aparatos eletrônicos, chama a atenção o controle de torque direcional ou vetorizado. O sistema atua no diferencial para distribuir a força em cada roda individualmente e corrige eventuais saídas em curvas no asfalto ou perda de aderência no off-road. Para o fora de estrada, o Evoque ganhou um conjunto de cinco câmaras, que cobrem os 360º do entorno do carro, e um sensor de profundidade, para travessia de áreas alagadas. Esses recursos se somam ao controle de descida de rampa e ao Terrain Response, que adequa a tração ao tipo de piso em que se trafega: asfalto, terra, grama ou lama.

Desenho único da Evoque 2014

O Evoque apresenta também todos os itens que já começam a se tornar corriqueiros em modelos com alguma pretensão de ter uma imagem luxuosa. Sistema de assistência de estacionamento – que estaciona sozinho em vagas longitudinais ou paralelas –, sensores de ponto cego, central multimídia com navegação, sensor de chuva, de luminosidade e de obstáculos, faróis de xenon e lanternas em led. Obviamente, a presença dos recursos depende, e muito, da versão. Entre o Evoque mais caro e o mais barato, sem alterar o trem de força, há uma diferença de aproximadamente R$ 90 mil – R$ 192 mil na versão Pure Tech com quatro portas e R$ 281.700 para a Dynamic Tech Pack cupê.

A versão intermediária Prestige tem basicamente todos os itens de tecnologia disponíveis. Traz, por exemplo, faróis que comutam automaticamente alto e baixo, ou um sistema dinâmico adaptativo com amortecedores eletromagnéticos, batizado de Magneryde, que “lê” as condições de rodagem e altera a rigidez da suspensão. A partir dessa versão, o Evoque passa a contar também com controle de cruzeiro adaptativo com alerta de colisões e também com console com tela de 8 polegadas sensível ao toque com sistema dual view – na mesma tela o motorista vê o GPS, por exemplo, enquanto o carona assiste a um DVD. Em relação à Prestige, a versão de topo Dynamic ganha em detalhes de acabamento interno e externo, como spoiler e saias laterais ou bancos em couro perfurado.

No total, sete versões do Evoque são trazidas para o Brasil. Além de uma gama abrangente, há ainda a possibilidade de encomendar as combinações de cores entre teto e carroceira ou entre acabamento interno e o couro que reveste os bancos – nesses casos, é preciso esperar de três a quatro meses para a unidade ser entregue. Seja como for, a estratégia vem surtindo efeito. Especialmente no mercado brasileiro, que atualmente responde por quase 5% das vendas do modelo no mundo inteiro e já é o sexto da marca inglesa no planeta.

Detalhe da traseira da Evoque 2014

Primeiras impressões

Itatiba/SP – As novidades introduzidas no Evoque renderam um substancial aprimoramento dinâmico no carro. Tanto na estrada quanto fora dela, o pequeno Range Rover ganhou disposição e destreza. O motor 2.0 turbo de 240 cv, de origem Ford, não sofreu mudanças, mas agora trabalha com o câmbio de nove marchas e ganhou muito em rendimento e economia – segundo a marca, pode gastar até 20% menos combustível na estrada. A economia e a consequente redução de emissões foram os principais motivos para a Land Rover investir, juntamente com a alemã ZF, no desenvolvimento dessa nova transmissão.

Land Rover Range Rover Evoque 2014

O novo conjunto deixou as reações do utilitário bem mais suave, quando conduzido de forma branda, e bem mais nervoso, se explorado esportivamente. Quando equipado com amortecedores eletromagnéticos, de rigidez variável, ele impressiona pela facilidade com que contornam as curvas. A carroceria rola muito pouco e a frente não mergulha mesmo nas frenagens mais brutas. O único momento em que o câmbio e o motor não se entendem muito é nas retomadas a partir de uma velocidade muito baixa – como naquela meia-trava ao passar um cruzamento ou na saída de um quebra-molas. Nesses casos, o controle eletrônico demora um pouco a contar todas as marchas até encontrar a correta. Já nas arrancadas, a reação e o ganho de velocidade são muito vigorosos.

Dificilmente alguém terá coragem de praticar off-road esportivamente com um Evoque. Ainda mais porque ele não tem nem altura livre para o solo adequada para um fora-de-estrada mais severo. Mas no campo de provas que a Land Rover instalou na Fazenda Dona Carolina, em Itatiba, São Paulo, deu para comprovar que, em caso de necessidade, o Evoque pode sair bem se for tratado com muito cuidado. Mas onde o utilitário sente melhor mesmo é no asfalto. É, inclusive, o melhor lugar para usufruir os luxos e o belo acabamento que o modelo 2014 oferece.

Visão traseira da Evoque 2014

Ficha técnica

Land Rover Range Rover Evoque 2014

Potência máxima240 cv a 5.500 mil rpm
Aceleração 0 a 100 km/h7,6 segundos
Velocidade máxima217 km/h
Torque máximo38,7 kgfm a 1.750 rpm
Diâmetro e curso87,5 mm X 83,1 mm
Taxa de compressão10,0:1
Pneus225/65 R18, R19 ou R20
CarroceriaUtilitário esportivo em monobloco com duas ou quatro portas e quatro lugares. Com 4,35 metros de comprimento, 1,96 metro de largura, 1,60 metro de altura e 2,66 metros de entre-eixos
Peso1.595 kg em ordem de marcha
Tanque de combustível70 litros
ProduçãoHalenwood, Inglaterra
Lançamento da versão com 9 marchas2013
Lançamento no Brasil2014
Pure Tech Packpaddle shifts, piloto automático, sensor de estacionamento traseiro, controle de descida em declives, sistema de saída gradativa, controle de estabilidade antirrolagem, controle de torque de força do motor, freio de estacionamento eletrônico, controle elétrico de assistência de direção, Isofix, sete airbags, limpador do para-brisa com sensor de chuva, retrovisores elétricos com aquecimento, faróis halógenos, rodas de liga leve de 18 polegadas, spoiler traseiro, ar-condicionado digital dual zone, cinzeiro com acendedor, bancos em couro com ajuste elétrico para motorista e passageiro, volante em couro multifuncional, iluminação ambiente interna ajustável, sistema de áudio Meridian com 11 alto-falantes, 380W de potência, incluindo subwoofer, áudio streaming e entradas USB e iPod, tela central touchscreen de 8 polegadas em alta resolução, Bluetooth com áudio streaming, faróis de xenon com assinaturas em led, faróis de neblina dianteiros em led, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, retrovisor interno antiofuscante, apoio de braço no banco traseiro com dois porta-copos (apenas na versão de 5 portas), retrovisores com ajuste e rebatimento elétricos com aquecimento, função de memória e inclinação automática em marcha ré
PreçoR$ 192 mil e R$ 195.200 na versão Coupé

Prestige: adiciona sensor de estacionamento dianteiro, park assist, luz de cortesia debaixo dos retrovisores externos, rodas de liga leve de 19 polegadas, bancos em couro com ajuste elétrico para motorista e passageiro e memória para motorista e sistema de navegação com HD interno e capacidade de gravação similar a 10 CDs.
Preço: R$ 219.100 (somente na versão 4 portas)

Dynamic: adiciona rodas de liga leve de 20 polegadas, spoiler traseiro esportivo, para-choques esportivos, escapamentos esportivos com placas protetoras e soleiras Iluminadas em led.
Preço: R$ 227.200 (somente na versão 4 portas)

Prestige Tech Packitens Prestige + tela central touchscreen de 8 polegadas em alta resolução com tecnologia Dual View, sistema de áudio Meridian com 17 alto-falantes, 825W de potência, incluindo subwoofer, áudio streaming e entradas USB e iPod, sistema de entretenimento traseiro com duas telas de 8 polegadas e fones de ouvido sem fio, sistema de câmeras 360º surround, sistema Adaptive Dynamic com amortecedores MagneRide, abertura das portas através do sistema Keyless, abertura elétrica do porta-malas com sensor de segurança, altura automática dos faróis quando detectado veículo na outra via e controle de cruzeiro adaptativo com Queue Assist
PreçoR$ 271.900 (somente na versão 4 portas)
Dynamic Tech Packitens Dynamic + bancos esportivos em couro estilo concha com aquecimento para motorista e passageiro, bancos com memória para motorista e passageiro (apenas na versão cupê), tela central touchscreen de 8 polegadas de alta resolução com tecnologia Dual View, sistema de áudio Meridian com 17 alto-falantes, 825W de potência, incluindo subwoofer, áudio streaming e entradas USB e iPod, sistema de câmeras 360º surround, sistema Adaptive Dynamic com amortecedores MagneRide, abertura das portas através do sistema Keyless, abertura elétrica do porta-malas com sensor de segurança, altura automática dos faróis quando detectado veículo na outra via e controle de cruzeiro adaptativo com Queue Assist
PreçoR$ 277.900 e R$ 281.700 na versão Coupé

Autor: Eduardo Rocha (Auto Press)
Fotos: Eduardo Rocha/Carta Z Notícias