• Mercedes-Benz Sprinter - Foto 1
    Mercedes-Benz Sprinter - Foto 1
  • Mercedes-Benz Sprinter - Foto 2
    Mercedes-Benz Sprinter - Foto 2
  • Mercedes-Benz Sprinter - Foto 3
    Mercedes-Benz Sprinter - Foto 3
  • Mercedes-Benz Sprinter - Foto 4
    Mercedes-Benz Sprinter - Foto 4
  • Mercedes-Benz Sprinter - Foto 5
    Mercedes-Benz Sprinter - Foto 5
  • Mercedes-Benz Sprinter - Foto 6
    Mercedes-Benz Sprinter - Foto 6

Diversificar é a palavra de ordem na Mercedes-Benz. Além de ampliar o leque de opções no disputado segmento de caminhões, a fabricante alemã vai explorar ainda mais o setor de comerciais leves com a linha Sprinter – que chegou remodelada ao Brasil na metade de 2012. A marca focou na mobilidade urbana e nos novos negócios para mostrar algumas das 50 aplicações que o veículo oferece. Entre furgões, chassis e vans, as versões servem desde o transporte de carga e passageiros, bem como no comércio e prestação de serviço. “A Sprinter colabora em um novo momento do empreendedorismo no País,  com a versatilidade para as tradicionais e novas demandas do mercado”, disse Adriana Taqueti, gerente sênior de Vendas e Marketing Sprinter da Mercedes-Benz do Brasil. A gama de implementos da Sprinter será uma das atrações do estande da Mercedes na 19ª edição do Salão Internacional do Transporte – Fenatran, que acontece entre os dias 28 de outubro e 1º de novembro, no Parque de Exposições do Anhembi, em São Paulo.

A mais recente criação da Mercedes-Benz em parceria com empresas especializadas foi o salão de beleza móvel, montada no interior de um furgão. O objetivo é que o cliente amplie seu raio de atuação, levando sua prestação de serviços e seus produtos para um público maior, aumentando as possibilidades de negócios, como por exemplo, em feiras e desfiles de moda, nos quais se pode operar com a praticidade de uma estrutura semelhante a um salão de beleza fixo. Outra inovação é a Sprinter Temakeria, instalada em uma carroceria extraível. E em apenas quatro minutos ele desacopla o implemento para deixá-lo em um local atrativo, podendo resgatá-lo no final do dia. As opções “ambulantes” ainda contam com botecos, lanchonetes e até pet shops.

A versatilidade nos serviços urbanos mostram outra faceta da Sprinter. Há versões ambulância, UTI Móvel, carro de apoio para os bombeiros, reboque para automóveis e também cesto aéreo para manuntenção em semáforos e postes com fios de alta tensão. Uma das novidades é que a Sprinter também pode ser customizada para a coleta de lixo. A Mercedes aposta nas dimensões compactas do veículo e a facilidade para executar manobras em vias e locais estreitos e de difícil acesso frente aos caminhões convencionais. 

Sem deixar a sofisticação de fora, a Mercedes-Benz buscou inspiração no mercado europeu e norte-americano e mostrou a chamada “Jetvan Aviation Style”. Digna dos carros premium mais luxuosos, a versão limusine da Sprinter traz muita tecnologia e conforto. Dentro, sofá e poltronas reclináveis em couro com regulagens elétricas, apoio das panturrilhas e funções de massagem. Computadores com teclado e mouse sem fio, duas TVs de LCD transformam a van em um escritório móvel. A diversão fica por conta de um vídeo game com suporte para ver filmes em Blu-Ray, potente sistema de áudio, além de frigobar e geladeira com capacidade para 60 latinhas. Para suportar os 500 kg extras de equipamentos, a suspensão do veículo é reforçada. Mas toda essa “ostentação” tem um preço. Só o implemento custa em torno de R$ 300 mil.

A linha Sprinter também ganhou nova solução de praticidade e acessibilidade. Na versão customizada, o furgão teve a porta corrediça nas duas laterais e com abertura automática sincronizada com degraus também automatizados, que ficam escamoteados sob a carroceria. Eles  avançam somente no momento de embarque e desembarque de pessoas ou logística de cargas. O acionamento dessas portas e degraus também pode ser feito por meio de controle remoto, tornando essa função mais prática e rápida e otimizando a carga e descarga. Além de agilizar a operação de transporte, essa novidade propicia maior conforto para o motorista, que não precisa sair do veículo para abrir a porta lateral. E a expansão da Sprinter não para. Segundo a Mercedes, versões elétricas e movidas a gás natural da Sprinter estão em fase de testes no Brasil e poderão ser oferecidas em um futuro próximo.


Autor: Raphael Panaro (Auto Press)
Fotos: Divulgação