Salão do Carro

Mapa do Site


Chery Tiggo novo ou usado

O Chery Tiggo é um modelo de automóvel desenvolvido por esta montadora chinesa que se enquadra basicamente na categoria de carros SUV. O modelo começou a ser trabalhado pela companhia a partir de 2006, quando oficialmente a montadora comunicou que estava trabalhando em um novo carro para entrar na briga dos SUVs ao redor do planeta.

No Brasil

O modelo acabou tendo um importante papel na chegada da empresa no mercado brasileiro, uma vez que se tornou o primeiro carro a ser oficialmente lançado por aqui. A Chery se instalou no Brasil no ano de 2009, sendo que a empresa escolheu a cidade de Salto, localizada no interior do estado de São Paulo, como sua sede.

No mesmo ano a montadora, que é uma empresa estatal na China, anunciou o lançamento do SUV por aqui, com algumas características que chamava a atenção, tais como o motor 2.0 a gasolina, 16 válvulas, 135 cv, câmbio mecânico e tração 4x2.

Posteriormente a empresa começou a lançar uma série de outros modelos por aqui, tais como Face (A1 na China), Cielo (A3 na China) nas versões hatch e sedã, S-18 (Riich na China), Celer (Fullwin 1) nas versões hatch e sedã, e QQ, sendo este último, o modelo de maior sucesso da marca no país. Os modelos Cielo e S-18 foram descontinuados no país, devido suas fracas vendas.

Tiggo 2

Depois de ficar, ao longo dos últimos anos, ganhando apenas algumas versões que alteravam pequenos detalhes do carro, a montadora chinesa anunciou o desenvolvimento do Tiggo 2 em suas fábricas brasileiras. Inicialmente o modelo foi prometido para ter o seu lançamento no primeiro semestre de 2017, mas todo o seu projeto acabou atrasando.

O modelo foi oficialmente apresentado para o público e também para a imprensa durante o Salão do Automóvel de São Paulo do ano de 2016. Na ocasião, a marca afirmou que estava apostando alto no desenvolvimento e no lançamento do carro por aqui, na expectativa de tentar reconquistar uma fatia da sua participação de mercado.

O modelo foi anunciado com motor 1.5 flex de 113 cv a 6.000 rpm e 15,5 kgfm de torque a 4.000 giros, com etanol no tanque. Inicialmente, contará apenas com o câmbio manual de cinco marchas, embora exista a promessa de receber uma transmissão automática do tipo CVT no futuro.

Acesse sua conta

Vá mais rápido usando sua conta predileta:

    Usar o Google


Ou acesse com seu e-mail cadastrado:


Usuário novo: Criar uma Conta


Lojistas e Concessionários, acesse Central do Revendedor