Chevrolet Kadett a venda

Chevrolet Kadett Hatch GL 1.8 EFi
  • 1990/1990 •
  • 585 km
  • • Cinza
R$ 4.000
Ederson
Belo Horizonte (MG)
Chevrolet Kadett Hatch SL 1.8
  • 1990/1990 •
  • 30.000 km
  • • Branco
R$ 5.000
Maycon
São Paulo (SP)
Chevrolet Kadett Hatch GL 1.8 EFi
  • 1994/1995 •
  • 150 km
R$ 5.900
Cascavel (PR)
Chevrolet Kadett Hatch SLE 1.8 EFi
  • 1993/1993 •
  • 1.000 km
  • • Cinza
R$ 6.000
Alexandre
Diadema (SP)
Chevrolet Kadett Hatch GLS 2.0 MPFi
  • 1998/1998 •
  • 99.999.999 km
  • • Prata
R$ 15.500
Flavio
Campinas (SP)
Chevrolet Kadett Hatch GL 1.8 EFi
  • 1995/1995 •
  • 89.000 km
  • • Bege
R$ 9.000
Otavio
Brasília (DF)
Chevrolet Kadett Hatch GLS 1.8 EFi
  • 1996/1996 •
  • 94.500 km
  • • Cinza
R$ 9.900
Fausto
Valparaíso (SP)
Chevrolet Kadett Hatch GL 1.8 EFi
  • 1993/1994 •
  • 79.290 km
  • • Prata
R$ 6.500
Ecauê
Santo André (SP)
Chevrolet Kadett Hatch SL 1.8 EFi
  • 1993/1993 •
  • 103.000 km
  • • Cinza
R$ 6.500
Giovani
São Paulo (SP)
Chevrolet Kadett Hatch GL 2.0 MPFi
  • 1997/1998 •
  • 22.000 km
  • • Cinza
R$ 6.500
Wanderson
Rio de Janeiro (RJ)
Chevrolet Kadett Hatch GLS 1.8 EFi
  • 1994/1994 •
  • 6 km
  • • Vermelho
R$ 7.000
André
São Paulo (SP)
Chevrolet Kadett Hatch GLS 2.0 MPFi
  • 1998/1998 •
  • 11.000 km
  • • Prata
R$ 6.500
Fábio
São Paulo (SP)

Chevrolet Kadett novo ou usado

O Kadett é um dos modelos mais clássicos da Chevrolet, e também um dos que teve uma história mais duradoura. Apesar do modelo brasileiro ter sido fabricado apenas entre os anos de 1989 e 1998, a história global deste veículo remete aos anos 30. Originalmente o modelo foi fabricado para concorrer ao projeto do Fusca. A diferença está na “casa” do modelo, uma vez que o Kadett era fabricado pela Opel.

O modelo ganhou diversas gerações diferentes pela Opel, fazendo bastante sucesso especialmente na Europa. A última geração acabou sendo lançada no ano de 1984, quando começou a ganhar curvas mais arredondadas. Mas no Brasil a história foi um pouco diferente, uma vez que o modelo foi chegar aqui somente na década de 70.

Opel Kadett

No ano de 1973 o Opel Kadett desembarcou no mercado brasileiro, mas se utilizando de um nome bem diferente do que ele utilizava no Velho Continente. Os brasileiros ficaram conhecendo aquela que era a quarta geração do Opel Kadett como Chevrolet Chevette. Mas no ano de 1989 finalmente o Kadett passou a ser vendido nacionalmente.

A chegada do carro, ao apagar das luzes da década de 90, acabou sendo importante para a marca norte-americana, uma vez que quebrava um período de quase cinco anos sem lançar novidades. A versão escolhida para ser vendida no Brasil foi a hatchback de três portas, em acabamentos SL, SL/E e GS.

Novidades interessantes

O modelo chegou trazendo algumas novidades muito interessantes em relação aos seus concorrentes de segmento. Dentre as principais inovações que acabaram sendo introduzidas pelo carro no Brasil estava o fato dele ter sido o primeiro modelo de série a utilizar vidros colados (para-brisas e traseiro).

Além disso, o novo carro também trazia uma suspensão que era regulável a ar, e também um novo motor que se utilizava de álcool injetado. Também foi o primeiro modelo da Chevrolet a utilizar computador de bordo e check-control, além de possuir o melhor coeficiente aerodinâmico da época: Cx 0,30 no Kadett GS e Cx 0,32 nos demais modelos.

Foram lançadas diversas versões do carro, dentre elas: L, SL/E, GL, GLS, GS, GSi, GSi conversível, Turim, Lite e Sport. O Kadett também foi o responsável por introduzir outro modelo de sucesso no mercado brasileiro: a Ipanema, uma Station Wagon bem interessante e que acabou caindo nas graças principalmente das famílias.

O carro chegou ao fim oficialmente no ano de 1999, sendo substituído pelo Astra.

Ordenar resultados

Acesse sua conta

Vá mais rápido usando sua rede social favorita:

    Usar o Google+


Ou acesse com seu e-mail:


Não tem cadastro? Crie uma Conta gratuitamente


Lojistas e Concessionários, acesse Central do Revendedor