Salão do Carro

Mapa do Site


Chevrolet Meriva novo ou usado

As minivans se tornaram carros reconhecidos especialmente pela sua capacidade de levar e trazer mais pessoas com um espaço mais confortável. Não é à toa que, em alguns países, foram chamados de “veículos de mães”, uma vez que conseguiam atender perfeitamente as necessidades de quem tem filhos. E um dos representantes deste segmento que mais fez sucesso foi o Meriva, da Chevrolet.

Projeto brasileiro e europeu

O projeto do Meriva foi desenvolvido pela General Motors do Brasil em parceria com a Opel na Europa. No Velho continente o carro também foi lançado, mas ostentando o logo da Opel ao invés da Chevrolet. Mas ambas as versões eram bastante parecidas. O carro foi lançado no Brasil no ano de 2002.

O fato do projeto ter sido desenhado e produzido no Brasil acabou ajudando a criar um carro que conseguisse realmente atender as necessidades deste público por aqui. O modelo começou a ganhar vida na unidade da Chevrolet instalada em São José dos Campos, no estado de São Paulo.

O principal objetivo da Chevrolet na ocasião do lançamento do seu novo Meriva era conseguir oferecer uma opção para substituir o Corsa Wagon. Este era um modelo que já apresentava baixas vendas em comparação com alguns dos seus principais concorrentes.

Em relação as configurações e os motores disponibilizados pela Chevrolet para os primeiros modelos do Meriva, as opções eram as seguintes: 1.8 8V e 1.8 16V. No ano de 2003 o carro começa a utilizar o motor 1.8 Flexpower. E no ano de 2004 foram lançadas novas versões do carro: Joy, Maxx, Premium e SS (visual esportivo), todas com motores 1.8 Flexpower.

Downgrade

Uma particularidade da história do Meriva foi o fato de que, no ano de 2008 a montadora fez uma espécie de “downgrade” no carro, adicionando à linha o motor 1.4 Econoo.Flex, que era o mesmo carro que estava sendo utilizado tanto na linha Celta quanto também na linha Prisma. O motor 1.8 acabou causando uma queda nas vendas em virtude do alto consumo, e a estratégia deu certo, uma vez que o carro começou a ser mais vendido.

Mas a montadora seguiu disponibilizando no mercado uma versão com motor 1.8, mas dessa vez somente acoplado com o câmbio Easytronic, nas versões Expression, Premium e SS.

Fim da produção

O modelo teve a sua produção encerrada no ano de 2012, sendo que o seu fim foi decretado junto com o da sua irmã Zafira.

Acesse sua conta

Vá mais rápido usando sua conta predileta:

    Usar o Google


Ou acesse com seu e-mail cadastrado:


Usuário novo: Criar uma Conta


Lojistas e Concessionários, acesse Central do Revendedor