Salão do Carro

Mapa do Site


Chevrolet Omega novo ou usado

A história do modelo conhecido como Chevrolet Omega começou com o final de um dos carros mais vendidos da história da montadora norte-americana, o Opala. O Omega foi concebido para ser o substituto natural do modelo que acabou conquistando uma verdadeira legião de consumidores e de fãs.

O projeto começou a ser construído dentro da General Motors do Brasil. O carro também foi lançado para o mercado europeu, através da marca Opel, e também na Austrália, sendo que neste último o modelo acabou sendo lançado com a marca Holden.

Lançamento

O carro ganhou vida originalmente no ano de 1986, sendo que a primeira marca que de fato começou a trabalhar com o lançamento do Omega foi a Opel, que na época era uma subsidiária da General Motors na Alemanha. No Brasil, o carro começou a ganhar vida a partir do ano de 1992, sendo montado na fábrica localizada na cidade de São Caetano do Sul, em São Paulo.

Novas tecnologias

O Omega chamou a atenção dos consumidores e também da imprensa especializada logo no seu lançamento, quando acabou se tornando o principal responsável por introduzir uma série de novas tecnologias. Dentre os principais destaques da primeira geração do Omega lançada no Brasil estavam bom desenho aerodinâmico, a performance, a segurança, o conforto e a qualidade empregada no acabamento.

A primeira geração do Omega contava com as versões GLS com motor 2.0 de quatro cilindros a gasolina e a álcool (já conhecido dos Monza e Kadett) e CD com motor 3.0 de seis cilindros (motor alemão, fornecido pela Opel), mais tarde substituídos pelos 2.2 de quatro cilindros e 4.1 de seis cilindros respectivamente. As transmissões eram manual de 5 velocidades ou automática de 4 velocidades.

Essa primeira geração do carro foi batizada oficialmente como Omega A, e no Brasil sua produção durou até o ano de 1998.

Demais gerações

No ano de 1994 o Omega ganhou uma segunda geração, batizada como Omega B. Mas o modelo não chegou a ser vendido oficialmente no mercado brasileiro. Apenas algumas unidades acabaram chegando por aqui, mas sendo importadas por empresas que atuavam de forma independentes.

Uma segunda geração do Omega chegou a ser introduzida no mercado brasileiro, mas era o modelo produzido pela Holden, uma subsidiária da General Motors, com fábrica localizada na cidade de Elizabeth, na Austrália.

No ano de 2012 a montadora decidiu encerrar definitivamente a produção e as vendas do Omega.

Acesse sua conta

Vá mais rápido usando sua conta predileta:

    Usar o Google


Ou acesse com seu e-mail cadastrado:


Usuário novo: Criar uma Conta


Lojistas e Concessionários, acesse Central do Revendedor