Salão do Carro

Mapa do Site


Ford F-1000 novo ou usado

A Ford F-1000 entrou para a história como sendo um dos principais representantes do segmento de picapes no Brasil. O carro era uma das principais escolhas das pessoas que buscavam por veículos que tivessem a força necessária para trabalhos pesados, mas que também conseguissem oferecer conforto quando fossem utilizados na cidade grande.

Do campo para a cidade

Quando as primeiras picapes da Ford começaram a ser lançadas no Brasil era um veículo basicamente utilizado para as pessoas que trabalhavam no campo. Mas uma mudança de comportamento acabou acontecendo basicamente em virtude de influências políticas. Nos anos 70 o país passou por uma crise de petróleo, e a Ford lançou no mercado a F-1000 movida a diesel.

Na ocasião o modelo também apresentava oficialmente ao mercado nacional uma nova opção de motor: .9 litros de 83 cv e 25,3 kgfm de torque que permitia velocidade máxima de 125 km/h. O modelo de picape lançado nessa época acabou chamando a atenção especialmente pela grande economia de combustível.

A picape também ganhou em relação a sua capacidade de carga, passando para 1.005 kg (para superar 1 tonelada e se enquadrar na legislação que permitia o uso do diesel) e trazia inovações como freios a disco na dianteira, servofreio e direção hidráulica (opcional).

A notícia de que o modelo conseguia oferecer basicamente o mesmo que os carros de passeio mas por uma grande economia de combustível acabou fazendo com que as cidades experimentassem uma verdadeira invasão de picapes. E isso ajudou a aumentar as vendas do modelo e popularizar o carro.

Nova geração

No ano de 1992 a Ford anunciou o lançamento de uma nova geração da picape F-1000, que foi muito bem recebida pelo mercado. Mesmo assim, o modelo já demonstrava sinais de cansaço e também alguma dificuldade de conseguir acompanhar as mudanças que eram trazidas pelos modelos lançados pela concorrência.

A nova geração trouxe uma série de mudanças tanto no seu interior quanto também no seu exterior. O carro ganhava um novo painel, melhor posição de dirigir, apoio de braço central e teto-solar de vidro, entre outras melhorias. Já o motor passava a contar com 122,4 cv e 37 kgfm a 1.600 rpm.

Depois disso o modelo ganhou apenas algumas versões que mudavam determinados aspectos do visual do carro. A última grande reestilização aconteceu no ano de 1996, com o modelo passando a contar com linhas mais arredondadas, além de grade ampla e faróis com luzes de direção na parte inferior.

Acesse sua conta

Vá mais rápido usando sua conta predileta:

    Usar o Google


Ou acesse com seu e-mail cadastrado:


Usuário novo: Criar uma Conta


Lojistas e Concessionários, acesse Central do Revendedor